Servidor deve receber antes de prefeito, vice e secretários, prevê projeto

Ricardo Welbert

O vereador Cleitinho Azevedo (PPS) protocolou ontem na Câmara de Divinópolis o projeto de lei 183/2017. A proposta prioriza o pagamento do salário dos servidores públicos municipais ativos, inativos e pensionistas em relação aos vencimentos do prefeito, vice-prefeito e dos secretários.

Na prática, isso significa que, se o projeto for aprovado pelos vereadores e depois sancionado pelo prefeito, o próprio chefe do Executivo, o vice-prefeito e os secretários municipais não poderão receber seus salários caso o pagamento dos servidores sofra algum atraso.

De acordo com o autor, o objetivo é estabelecer prioridade no pagamento dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas, principalmente diante de um cenário de crise, cujos pagamentos tendem a ser atrasados pelo setor.

— A prioridade no pagamento dos salários dos servidores significa valorizar e respeitar aqueles que trabalham para manter a cidade funcionando. Trata-se de uma medida para que os serviços prestados à população sejam garantidos com qualidade. Todas as categorias que prestam seus serviços ao município devem ser prioridade do gestor. Portanto, o pagamento do subsídio mensal do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais devem estar submetidos ao cumprimento das obrigações com os servidores — explicou.

Ainda não há previsão de quando o texto será votado.

Comentários
×