Semusa descarta suspeita do Covid-19 na cidade; pacientes ainda serão acompanhados pela secretaria

Da Redação

Um boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) na noite de ontem apontava Divinópolis com três casos de coronavírus em investigação.

O documento pontua todos os casos suspeitos em Minas Gerais, em um total 48 sendo investigado. Quatro foram descartados e nenhum confirmado. 
Dos casos em investigação, 27 (56,2%) são do sexo feminino e 21 (43,8%) do sexo masculino. A mediana de idade foi de 32 anos, variando de 01 e 67 anos. Com relação ao histórico de viagem, 39 (81%) referem viagem a países com circulação do Covid-19, como Itália, França, Inglaterra e Portugal, e nove (19%) não tem histórico de viagem, porém são contatos de casos suspeitos. Quanto à manifestação de sintomas, 37 (77%) apresentaram febre, 36 (75%) tosse, 20 (41%) dor de garganta, cinco (10%) dificuldade de respirar, cinco (10%) diarreia, dois (4%) náuseas, sete (15%) cefaleia, nove (19%) coriza e cinco (10%) fadiga. Quanto à hospitalização, 19 (40%) necessitaram ser internados pós-atendimento.

Prefeitura

Apesar do boletim da Secretaria de Estado de Saúde,  a Prefeitura, em nota esclareceu algumas informações acerca das suspeitas da doença na cidade. A Secretaria de Saúde Municipal (Semusa) informou que ainda está monitorando os casos suspeitos.

— As pessoas fizeram uma excursão a Europa, que passou na Itália. Dentro do avião havia uma senhora que estava com dificuldades respiratórias. Como no voo tinha uma médica, ela orientou procurassem a Semusa. A senhora foi diagnosticada com uma síndrome respiratória aguda, mas, por precaução, foi colocada em quarenta, juntamente com outras pessoas que apresentavam sinais de gripe. A Semusa coletou as amostras para os exames e notificou a SES — informou a Administração.

Os resultados dos exames chegaram ontem e as suspeitas foram descartadas, porém a Semusa ainda não fechou os casos no sistema estadual, pois, segundo a Prefeitura, quer fazer mais uma visita aos pacientes e verificar se está tudo em ordem.

Primeiro

Na semana passada, chegou a ser cogitado uma suspeita em Divinópolis de um rapaz que chegou passando mal na UPA. Ele teria participado de cruzeiro pela América do Sul. Porém, ele apresentava apenas vômitos e diarreia e, por isso e pelo fato de nenhum tripulante do navio ter contraído o vírus, a possibilidade foi descartada logo depois do atendimento.

Comentários
×