Semsur realiza limpeza monitorada na Lagoa do Sidil

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis, através da Secretaria Municipal de Serviços e Operações Urbanas (Semsur), deu início na última terça-feira, 19, à manutenção para retirada de aguapés na Lagoa do Sidil. As plantas voltaram a proliferar no local e o objetivo é evitar seu crescimento descontrolado. A previsão é que as ações sejam concluídas no prazo de 10 dias.

A equipe responsável realiza um monitoramento constante, evitando a formação do “tapete-verde”, ou seja, o acúmulo de aguapés, que são soltos das margens com apoio de barcos, bambus e ganchos. 

Na última ação de limpeza, em fevereiro deste ano, após 45 dias de trabalho, foram retiradas 500 toneladas da planta aquática, além de lixo e entulho no local, como pneus, latas, embalagens e vários materiais que servem de depósito de água, aumentando o risco de proliferação do mosquito da dengue. 

O diretor de Operações e Serviços Urbanos, Rodrigo Assis, explica que última manutenção e o acompanhamento da secretaria, contribuiu com a situação atual.

— As plantas não tomaram conta de toda extensão da lagoa e por isso a limpeza será mais rápida. O nosso serviço é incessante, mas a população precisa contribuir, evitando o descarte irregular de resíduos — reforçou.

— As operações respeitam a fauna e flora do local.  Deve-se ressaltar que os aguapés são prejudiciais pois absorvem os nutrientes disponíveis na água. Além disso, ao mesmo tempo que liberam oxigênio, retiram o gás carbônico da água. Desse modo, as referidas plantas passam a disputar oxigênio com os peixes, trazendo consequências para a vida aquática existente — informou a Prefeitura.

Comentários
×