Semana decisiva para os Mineiros

 

 

Que ninguém se iluda. A semana será decisiva para os dois times mineiros que disputam a série A do Campeonato Brasileiro. E, dependendo do que fizerem em campo nas partidas neste meio de semana e no próximo fim de semana, a temperatura das críticas para ambos pode subir ou mesmo ganhar um alívio para o restante da temporada. 

Galo está devendo 

Em queda livre na tabela do Campeonato Brasileiro, ocupando hoje (sem contar o resultado de ontem, frente o Avaí, na Ressacada), depois de cinco derrotas consecutivas, apenas a 10ª posição na tabela, o Atlético teve sua partida frente o Vasco da Gama, que aconteceria amanhã, adiada para o dia 2 de outubro, na Arena Independência. 

Sul-americana 

O motivo é que na quinta-feira, 26, às 21h30, no Mineirão, o Galo enfrenta o Colón, da Argentina, no segundo e decisivo confronto das semifinais da Copa Sul-Americana, onde precisa de uma vitória simples para avançar à final do torneio continental. Como perdeu na Argentina por 2 a 1, o gol que marcou fora de casa lhe dá a vantagem de vencer por 1 a 0 e seguir para a decisão. 

Brasileirão 

Pelo Nacional, independente do que tenha acontecido na noite de ontem em Florianópolis, o Atlético terá no domingo, 29, às 19h, jogando no Horto, a chance de se recuperar no torneio e seguir com tranquilidade para as rodadas futuras. 

Vencer e vencer 

Para que isto se torne realidade, o time tem que reencontrar o caminho da vitória, afastando da Cidade do Galo as críticas que já começam a incomodar o técnico Rodrigo Santana e determinados jogadores do elenco.

E que ninguém se engane, pois se a classificação na sul-americana e a recuperação no Brasileirão não vierem rápido, será um deus nos acuda para os lados do jovem treinador e de muitos atletas do elenco alvinegro. A Massa já anda inquieta com os péssimos resultados das últimas semanas e quer a recuperação para já.

 

Cruzeiro com a corda no pescoço 

Se para o Atlético a vida não anda nada boa, para o Cruzeiro nem se fala. Ocupando a zona de rebaixamento do Brasileirão, o time perdeu mais uma posição na tabela no fim de semana, depois de sofrer sua terceira derrota consecutiva e agora sai para fazer dois jogos fora de seus domínios, contra concorrentes diretos na parte de baixo da tabela: o Ceará amanhã, às 19h30, no Castelão, e o Goiás, na segunda-feira, 30, às 20h, no Serra Dourada. Somar pontos é tudo que interessa ao clube estrelado neste momento. Em duelos de seis pontos não pode acontecer nenhum vacilo. 

Discurso batido 

Tudo bem que o Cruzeiro fez boas apresentações nas derrotas para o Palmeiras (1 a 0) e para o Flamengo no fim de semana (2 a 1), mas usar isto como amuleto para explicar derrotas é o fim da picada. Jogar bem a esta altura do campeonato é o que menos importa. Tem é que vencer de qualquer maneira, mostrando ou não algum futebol.

Esta é a realidade, o resto é conversa para boi dormir. 

Diretoria 

Não acho que seja a hora de jogar ainda mais lenha na fogueira, mas também não dá para passar a mão na cabeça de ninguém. No momento atual do clube azul, uma boa parte da culpa tem e deve, sim, ser debitada na conta da diretoria. Este mar de lama que jorrou sobre todos tem, sim, muito peso sobre o time. 

Lembrando 

E falando em diretoria, é bom a China Azul lembrar ao Itair Machado uma declaração que este deu no fim de 2018, ao ser entrevistado, quando disse com todas as letras que se estivesse atrapalhando o clube, ele seria o primeiro a pedir para sair.

E agora, Itair, como fica? Vai cumprir sua palavra ou vai ficar enganando a todos?

Se manda logo daí, e deixe a Raposa seguir sua vida em paz.

jcqueroviver@hotmail.com.br

Comentários
×