Sem base

 

O vereador Kaboja (PSD) estava bastante contrariado na reunião de ontem da Câmara.  O motivo é a dificuldade de aprovar ou rejeitar emendas da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que seriam de interesse do governo municipal. Enquanto vereadores votavam emendas, o líder do prefeito reclamava que Galileu Machado (MDB) não tem base na Câmara. "A oposição está muito radical aqui. Isso está me irritando", esbravejou. 

 Crivella e as câmeras  

Após supostamente oferecer privilégios a evangélicos em cirurgias de catarata e resolução de problemas com IPTU, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), vive seu inferno astral. Além de vereadores entrando com pedidos de impeachment, o Ministério Público também está na cola dele. A situação do carioca mostra o quanto é bom tomar cuidado com possíveis gravações hoje em dia. Galileu aprendeu isso recentemente. 

 Cargo de confiança   

O procurador-geral do Ministério Público de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet, nomeou o promotor Gilberto Osório como coordenador-geral das promotorias de Defesa do Patrimônio Público, com abrangência em mais de 50 cidades do Centro-Oeste. O ato já foi publicado no Diário Oficial.  

 Desafio  

O promotor trabalha para montar uma estrutura que viabilize o exercício da nova missão, apesar de, segundo ele, ser complicado neste momento falar em recursos nas instituições de modo geral. A demanda na coordenadoria tem sido muito grande. 

 Centro industrial  

Em meio a muitas reclamações de empresários sobre falta de apoio do poder público, a Prefeitura promete para o segundo semestre o lançamento do terceiro centro industrial da cidade. Com 876 mil metros quadrados, o espaço poderá receber até 170 indústrias, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Turismo. O local fica próximo ao atual Centro Industrial Coronel Jovelino Rabelo e Complexo da Ferradura, limitado a leste pela ferrovia. 

 Projetos, estudos, levantamentos...  

Conforme destaca a Prefeitura, o terreno tem topografia sem acidentes geográficos. “Os levantamentos topográficos, estudos e projetos urbanísticos relacionados ao novo distrito industrial foram realizados. A atual gestão regularizou a escritura do local para começar a planejar o espaço industrial”, informa. 

 Empresas interessadas  

A Prefeitura assegura ainda que pelo menos cem empresas já entraram em contato com a secretaria, interessadas em se instalar ou expandir seus negócios na cidade. A nota da administração cita Farmax, MX72, Fio de Ouro e BR Sinalizadora. 

 Veículos para consórcio  

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Vale do Itapecerica (Cisvi) receberá oito micro-ônibus do Governo de Minas. A publicação foi feita no diário oficial no dia 6 de julho. Antes, portanto, do período eleitoral. 

 Transporte  

Os micro-ônibus chegam para renovar a frota do Cisvi, que conta hoje com dez veículos. Dos oito novos, três serão para atender às rotas de transporte de pacientes de Divinópolis a Belo Horizonte.  

Acccom pede apoio  

A Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas (Acccom) está em campanha para obter doações para o setor de quimioterapia. O Hospital do Câncer atende gratuitamente a cerca de 80 pacientes. Para tanto, tem um custo mensal de R$ 176 mil. A associação conta com doações para continuar esse trabalho. Para doar, basta ligar para (37) 3512-1555. É possível ainda enviar uma mensagem para (37) 98826-4304 (WhatsApp). 

 Colaboraram Gisele Souto e Pollyanna Martins 

Comentários
×