Secretário de Esportes e assessor de vice-prefeito são exonerados

Da Redação

Menos de uma semana após a votação do impeachment do prefeito Galileu Machado (MDB), o secretário de Esportes e Juventude (Semej), Everton Dutra, e o assessor do vice-prefeito Rinaldo Valério (DC), Olinto Guimarães Neto, foram exonerados de seus cargos. As saídas foram publicadas ontem, 12, no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, por meio do decreto 13.456/2019.

Os rumores da exoneração do secretário de Esportes começaram na semana passada, quando o vereador Roger Viegas (Pros), oposição ao governo, foi convidado para apresentar a final dos Jogos Escolares de Divinópolis (JED), no dia 4 de setembro. As informações davam conta de que o convite partiu do próprio secretário, que também é cunhado do vice-prefeito. O que foi desmentido pelo vereador, o qual afirmou que o convite partiu de Xisto Gontijo. Roger revelou também que a ordem para ele se retirar não partiu de Galileu. E que o chefe do Executivo até ligou para ele para explicar o mal entendido.

Logo em seguida, no dia 6, os vereadores apreciaram o pedido de impeachment do prefeito e, durante sua fala, o líder do governo, Eduardo Print Júnior (SD) revelou que o vice-prefeito, Rinaldo Valério, o havia procurado na noite anterior à votação, em sua casa. No pronunciamento, Print afirmou que recebeu uma ligação de Rinaldo pedindo para ir até sua residência.

— Recebi o vice-prefeito, a menos de 12 horas desta reunião, na minha casa. Falei ‘engraçado, o vice-prefeito nunca me visitou’, mas vou recebê-lo. [...] Eu disse a ele ‘antes de você começar a conversa só que lhe pedir para você não falar bobeira e nem asneira, para você não se arrepender depois’ – contou.

Ainda de acordo com líder do governo, Rinaldo teria dito que o prefeito não cometeu nenhum crime, e estaria sendo procurado pela oposição, que entendia que ele seria melhor do que Galileu na gestão da cidade. Segundo Eduardo, o vice-prefeito teria pedido a sua opinião, e ele, respondeu: “O que eu acho é que eles te usaram de boi de piranha e te eliminaram do circuito de 2020, porque te colocaram em cheque para visitar vereador faltando 12 horas para a votação”.

— Colocado isso na minha mesa, dentro da minha residência, eu pedi para que o Rinaldo fizesse uma reflexão, se o que ele estava fazendo era correto. E se ele entendia que esta atitude, a menos de 12 horas, condizia com o caráter moral e familiar dele – afirmou.

Prefeitura

A Prefeitura se limitou a dizer, por meio de sua assessoria de comunicação, que as nomeações de cargos comissionados são feitas pelo prefeito, que julga quais cargos devem ser mantidos ou não.  

Vice

O vice-prefeito disse que irá se pronunciar sobre o assunto na próxima quinta-feira, 19.

Comentários
×