Secretaria ressalta mudanças do avanço para onda verde

Decreto publicado ontem estabeleceu regras para a abertura de alguns setores

Matheus Augusto

Divinópolis está oficialmente de volta à onda verde do programa estadual Minas Consciente. O decreto oficializando o avanço foi publicado ontem no Diário Oficial dos Municípios Mineiros. Para destacar as principais mudanças, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realizou uma coletiva. 

Conforme explicou a gerente da Vigilância Sanitária, Erika Camargos, a pasta, além de autorizar o funcionamento dos setores contidos na onda verde, ampliou o horário de funcionamento para alguns estabelecimentos.

— Houve uma flexibilização no horário das lojas de conveniência, bares e restaurantes — comentou.

O decreto autoriza a abertura de bares e restaurantes, de domingo a quinta-feira, até 00h; entre sexta e sábado, o fechamento foi estendido por uma hora. 

— Os shoppings atacadistas vão pode funcionar até as 18h, antes era até as 16h, ampliamos um pouco esse horário — acrescentou.

No sábado, o setor pode ficar aberto até as 13h.

Festas

Um dos setores mais afetados pela pandemia pode voltar a abrir: eventos. 

— Os eventos estão permitidos com até 250 pessoas. Esse é o número máximo. Cada casa deverá respeitar 50% de sua liberação através do AVCB [Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros] — explica a gerente.

A representante da Vigilância Sanitária ainda destaca que a fiscalização continua.

— As festas clandestinas continuam proibidas porque são locais que não são fiscalizados, não têm liberação nem da Prefeitura nem do Corpo de Bombeiros e são locais em que não sabemos a procedência dos alimentos, das bebidas e muitas vezes estamos vendo menores nessas festas também — disse.

Antes da retomada, os locais receberão a devida autorização.

— As casas de eventos liberadas estão apresentando protocolos que passam por avaliação da Vigilância Sanitária e, posteriormente, são autorizados — afirmou.

Para o comércio, que pode funcionar aos sábados desde a última semana, as regras permanecem as mesmas.

— O regramento precisa ser seguido. Esses locais precisam oferecer álcool em gel, respeitar o distanciamento entre as mesas e seguir o horário de fechamento. Isso a fiscalização continua efetivamente verificando — alertou.

Escolas

Até ontem, informou Erika, 24 escolas particulares já estavam aptas para o retorno das aulas presenciais.

— Outras 13 estão em processo de análise. E algumas particulares fizeram a opção de não voltar neste ano — detalhou. 

Na rede municipal, “60% das escolas já estão adaptadas” para a volta, porém, é preciso que todas estejam preparadas para a definição de uma data para a retomada dos trabalhos.

— As escolas estaduais, neste momento, por determinação do próprio governo, não voltam — ressaltou.

Os demais setores contemplados pela onda verde devem seguir as orientações dispostas no plano estadual.

Dados

O boletim divulgado ontem pela secretaria aponta 14.872 casos notificados na cidade. Do total, apenas 2.507 foram testados: 1.848 positivos ‒ 1.640 já recuperados ‒, 632 negativos e 27 em análise, além de 68 mortes confirmadas.

Dos 74 leitos de UTI exclusivos ‒ incluindo SUS e rede suplementar ‒ para pacientes com quadro sintomático de covid, apenas 29 estão ocupados, o que representa 39,2%. Em contrapartida, dos 69 leitos de UTI disponíveis para pacientes com outros doenças, a ocupação é de 85,5% ‒ apenas dez estão disponíveis. Até ontem, 34 pacientes com quadro sintomático para covid estavam internados em leitos de enfermaria e 29 em CTI, sendo três crianças. 

 

 

Comentários
×