Sebrae Minas lança programa de boa práticas para fortalecer economia de Divinópolis

Da Redação

O primeiro encontro do programa “Disseminando Boas Práticas em Cooperativas Financeiras” realizado em Divinópolis, em 14 de fevereiro, no auditório da Fiemg, prometeu ampliar o desenvolvimento e o empreendorismo cooperativo territorial. Paticiparam do encontro diversas cooperativas de créditos da cidade e do entorno.

De acordo com o gerente da Regional Centro-Oeste e Sudoeste do Sebrae Minas, Leonardo Mól, o programa pode proporcionar muitos benefícios para a região.

— O poder de vitalização empresarial do programa é contagiante e extremamente proveitoso. É uma experiência disseminada nos complexos empresariais, principalmente entre as pequenas companhias, que há anos despontam como a força para a ascensão econômica no Brasil.

O consultor do Sebrae Minas Inocêncio Magela de Oliveira acredita que todos devem ganhar, uma vez que o programa visa à promoção social do desenvolvimento econômico local a partir de ações práticas, iniciadas, principalmente, pelos pequenos empreendedores cooperados.

— O termo “cooperativismo” já atrai práticas positivas, por ter seu princípio baseado na colaboração. Além disso, o princípio das cooperativas combina com as ideias e com os objetivos do Sebrae, no sentido de proporcionar ao território o desenvolvimento nos âmbitos financeiro, social e cultural.

Para Leonardo, a participação das cooperativas foi bastante animadora.

— Esse primeiro encontro é um marco na disseminação das boas práticas, por iniciar pelas instituições financeiras e ter o objetivo de alcançar as pequenas empresas associadas. O próximo encontro deverá acontecer na cidade de Piumhi e estamos muito positivos em relação à participação e apoio das cooperativas.

Próximos passos

O “Disseminando Boas Práticas em Cooperativas Financeiras” vai acontecer até meados de abril ou maio de 2020, com diversos encontros que ocorrerão a cada 30 ou 40 dias, conforme agendas.

— A cada encontro, um tema será trabalhado. O intuito geral é estimular os participantes a trocarem boas práticas e construirem relacionamentos que poderão se transformar em novas oportunidades de negócios — explica a analista do Sebrae Minas Vera Helena Lopes.

Comentários
×