Saúde alerta para golpe da vacinação

Estado aponta que Divinópolis já recebeu mais de 10 mil doses; quatro mil pessoas já foram imunizados

Da Redação

Criminosos podem estar utilizando a vacinação para aplicar golpes na cidade. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) informou ontem ter recebido a informação de que três pessoas estão visitando casas na cidade, se passando por servidores para aplicar a vacina.

— A Semusa informa que isso se trata de um possível golpe, pois, neste momento, não há visitação nas casas para realizar a vacinação. É importante destacar que todas as informações sobre a vacinação estão sendo divulgadas através dos canais oficiais da Prefeitura, sendo eles: site, aplicativo, Facebook e Instagram da instituição, sendo compartilhadas também pelos veículos de comunicação da cidade — alertou.

Novas doses

Minas Gerais recebeu, no domingo, 315.600 doses da vacina Sinovac/Butantan. Segundo o governo, o novo lote marca o início da quarta etapa da primeira fase da campanha nacional de vacinação contra covid-19. Os imunizantes, armazenados na Central Estadual da Rede de Frios, serão enviados nos próximos dias às superintendências regionais de saúde.

— Nesta próxima fase, pessoas com 90 anos ou mais serão as próximas vacinadas no estado, de acordo com as diretrizes do Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde (MS). Nesta etapa, a meta é imunizar mais 6% dos trabalhadores de saúde, totalizando 73% desse público — comunicou.

Conforme explica o governo, os grupos prioritários foram definidos de acordo com os riscos de agravamento e morte pela doença, além da vulnerabilidade social. “De acordo com Nota Técnica publicada pelo MS, foram avaliados a transmissão comunitária e o sobrerrisco para morte por covid-19, relacionado a faixas etárias mais avançadas, que chega a 8,5 para hospitalização e 18,3 para óbito entre idosos com 90 anos ou mais.”

Segundo o Estado, Divinópolis já recebeu 10.095 doses da vacina e aplicou 3.766. Segundo o painel, 3.105 profissionais da saúde receberam a primeira dose e 191 a segunda; também receberam a primeira dose 456 idosos em instituições de longa permanência e 14 pessoas com deficiência em residências inclusivas.

Em atualização ontem, a Prefeitura informou ter aplicado 4.276 doses. A expectativa é “finalizar nesta semana a imunização de todos os profissionais de saúde para, depois, avançar para o próximo grupo prioritário”.

As remessas de vacinas enviadas até o momento ainda não suficientes para imunizar o grupo 1, composto por trabalhadores da saúde, pessoas idosas residentes em Instituições de longa permanência e pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em residências inclusivas — informou a atual administração.

O avanço para as próximas fases depende da chegada de novas doses.

Já em relação aos outros grupos, é necessário aguardar para saber o momento de procurar a unidade de saúde para ser imunizado — finalizou, em nota.

Balanço

O novo lote a chegar no estado é o quarto recebido pelo governo. O primeiro chegou em 18 de janeiro, quando foram recebidas 577.480 doses de CoronaVac. Logo depois, Minas Gerais também recebeu mais 190.500 doses de AstraZeneca e 87.600 doses da CoronaVac.

No total, foram recebidas 1,171 milhão de doses de vacina contra a covid-19, sendo que 735.193 já foram entregues — destacou.

Em dados atualizados ontem pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), 304.025 primeiras doses já haviam sido aplicadas. Apenas para profissionais de saúde foram 277 mil imunizantes.

 



Comentários
×