São João de Deus nega crianças internadas por coronavírus

Da Redação

Matéria do Agora publicada na página 4 da última quinta-feira, 7, destacou os números do coronavírus em Divinópolis, incluindo internações em enfermarias e Unidades de Terapia Intensivos (UTIs). Neste dia, as UTIs, em Divinópolis, estavam com 51% de sua capacidade ocupadas, 68 das 134, entre leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) e da rede particular. Os dados estavam contidos no boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). O relatório apresentava a cidade com 1.562 casos notificados.

Fora do balanço diário, o Agora obteve junto à Secretaria, a informação de que um adolescente, de 15 anos, e uma criança, de 9, que seriam irmãos, estavam entubados e internados no Complexo de Saúde São João de Deus. Assim, faziam parte dos 14 pacientes internados em UTIs pela cidade. Porém, em contato com a Redação na quinta-feira, a assessoria de comunicação do Complexo de Saúde informou que não havia nem criança nem adolescente internados na unidade com covid-19.

O Agora, então, procurou a fonte oficial, que é a Secretaria de Saúde, para saber se houve algum equívoco no teor da informação passada. Foi respondido pelo secretário municipal de Saúde, Amarildo Sousa.  

Explicação do secretário 

O secretário informou que a criança e o adolescente estiveram, sim, internados em Divinópolis. Porém, seguiram caminhos diferentes. De acordo com ele, somente o mais velho esteve no São João de Deus, após passar pela UPA, e que teve boa evolução, foi liberado e segue o tratamento domiciliar, seguindo todas as recomendações necessárias nestes casos. 

— Já a criança, da UPA seguiu para Belo Horizonte, onde segue internada, pois tem hospitais referência para o tratamento de covid-19 infantil — explicou o secretário.  

A Secretaria confirmou que os dois são de Carmo do Cajuru, porém, houve confusão nas informações, levando ao equívoco de fossem irmãos. 

Pelo seu lado, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Carmo do Cajuru disse ao Agora que não existe nenhuma criança daquela cidade internada na capital mineira com coronavírus. Disse também que não  houve casos de pessoas destas idades internadas ou atendidas em Divinópolis com a doença.  

Comentários
×