São João de Deus nega crianças internadas por coronavírus e Semusa explica situação

Da Redação

Matéria publicada na página 4 do Agora desta quinta-feira, 7, destacou os números do coronavírus em Divinópolis, incluindo internações em enfermarias e Unidades de Terapia Intensivos (UTI´s). Neste dia, as UTIs, em Divinópolis, estavam com 51% de sua capacidade ocupadas, 68 das 134, entre leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) e da rede particular.

Os dados contidos no boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). O relatório apresenta a cidade com 1.562 casos notificados. Fora do relatório, o Agora obteve junto a Secretaria, a informação de que um adolescente, de 15 anos, e uma criança, de 9, que seriam irmãos, estavam entubados e internados no Complexo de Saúde São João de Deus. Teve a informação também de que os dois são de Carmo do Cajuru e estiveram no Rio de Janeiro.

Assim, faziam parte dos 14 pacientes internados em UTIs pela cidade. Porém, em contato com a Redação na própria quinta-feira, a assessoria de comunicação do Complexo de Saúde informou que não havia nem criança, nem adolescente internados na unidade com covid-19. O Agora, então, procurou a fonte oficial, que é a Secretaria de Saúde para saber se houve algum equívoco no teor da informação passada. Foi respondido pelo secretário municipal de Saúde, Amarildo Sousa.

Explicação do secretário

O secretário informou que a criança e o adolescente estiveram, sim, internados em Divinópolis. Porém, seguiram caminhos diferentes. De acordo com ele, somente o mais velho esteve no São João de Deus, após passar pela UPA, e que teve boa evolução, foi liberado se segue o tratamento domiciliar, seguindo todas as recomendações necessárias nestes casos.

— Já a criança, da UPA seguiu para Belo Horizonte, onde segue internada, pois tem hospitais referência para o tratamento de covid-19 infantil — explicou o secretário.

A Secretaria confirmou que os dois São de Carmo do Cajuru, porém, houve confusão nas informações, levando ao equívoco de fossem irmãos.

Comentários
×