São João de Deus esclarece nota que denuncia interrupção de refeições a pacientes de hemodiálise

Informações foram publicadas em redes sociais na tarde desta sexta-feira

Da Redação

A diretora do Complexo de Saúde São João de Deus, Elis Regina Guimarães e o diretor administrativo jurídico, André Waller, assinam nota emitida na noite desta sexta-feira, desmentindo uma possível suspensão das refeições aos pacientes de Hemodiálise na unidade de saúde. As informações afirmando a suspensão foram divulgadas nas redes sociais na tarde desta sexta e teria sido a pedido dos doentes renais. No entanto, o hospital informa por meio da nota que não há qualquer intenção de suspender a alimentação dos pacientes, pois entende como fundamental que esses pacientes sejam bem nutridos para um melhor resultado do seu tratamento e, além disso, trata-se de uma obrigação legal, de direito à alimentação do paciente em tratamento.

A nota segue, afirmando o que existe de fato é que se estudava uma alimentação individual, com as fontes nutritivas necessárias e que venha a trazer mais conforto aos pacientes. No entanto, a tentativa nem chegou a ser iniciada.

 “Desta forma, a instituição reitera seu compromisso não apenas com toda a população na qual é referência, mas principalmente com os seus pacientes, que confiam no trabalho desenvolvido há mais de meio século e que tem observado constantemente as melhorias promovidas pela atual gestão. Sendo assim, qualquer alteração na unidade de Nefrologia, inclusive relacionada à alimentação dos pacientes, será previamente conversada com todos os envolvidos”, encerra a nota.

Comentários
×