São Francisco de Paula está de volta

Da Redação

Divinópolis passou a contar novamente, depois de 45 anos, com a imagem de São Francisco de Paula. A volta se deu em cumprimento à decisão liminar concedida pela Justiça, em Ação Civil Pública pelo Ministério Público Estadual (MPE). O Museu Histórico de Pitangui fez a entrega da relíquia à Mitra Diocesana de Divinópolis. A imagem, que chegou ontem, ficará no Museu da Catedral de Divinópolis.

Ela estava em Pitangui por causa de um empréstimo para composição do Museu de Artes Sacra do Centro-Oeste há mais de quatro décadas.  A devolução para Divinópolis não foi aceita de forma amistosa, iniciando uma disputa que somente seria resolvida com a intervenção da Justiça.

Atualmente, a peça estava na posse do Instituto Histórico de Pitangu.

O retorno

Integrantes da Diocese e da Polícia Civil foram a Pitangui para cumprir a ordem e trazer a imagem.

Na Catedral, foi desembalada e colocada em lugar de destaque no Museu Sacro da Catedral do Divino Espírito Santo. Ela poderá ser admirada pela população como uma das mais importantes peças do museu, não só por seu caráter histórico, mas por toda história nascida com a disputa entre as cidades nos últimos anos. Para celebrar o retorno, foi feita uma prece em agradecimento.

A imagem de São Francisco de Paula tem mais de 200 anos e agora faz parte do acervo sacro divinopolitano.

Volta para casa

— O que vemos aqui não são vencedores ou vencidos, mas, sim, uma imagem que volta para sua casa. E nos sentimos na condição de cuidar dela e apresentá-la ao público — resume o bispo Dom José Carlos de Souza. 

Segundo ele, a imagem está linda.

— Eu pessoalmente não a conhecia, mas está muito bem cuidada, e hoje está conosco e faz parte da história não só da Catedral, mas da cidade de Divinópolis— completou.

 

Comentários
×