Santa Mônica nega boato sobre 8 mortes por coronavírus

Da Redação

Um boato envolvendo o coronavírus (Covid-19) em um grupo na internet, nesta terça-feira, 24, preocupou parte da população. O boato dizia que o hospital Santa Mônica havia oito mortes confirmadas em decorrência do coronavírus. No entanto, ao Agora, o diretor do hospital, Bruno Franco Amaral, negou a informação e classificou a história como fake news.

Desde que o primeiro caso de coronavírus foi confirmado em Divinópolis, muito tem se especulado. Apesar das medidas preventivas e do crescimento de notificações, até esta terça-feira, o município não registrou outra confirmação. Parte da população tem acreditado em fake news sobre supostas pessoas infectadas e até mortes causadas pelo vírus.

De acordo com Franco, o Santa Mônica tem divulgado as estatísticas em suas redes sociais. Além disso, conforme o diretor do hospital atualmente conta com um caso suspeito internado, sem gravidade, aguardando resultados de exames.

Ainda conforme revelado por Bruno Franco, até segunda-feira, 23, o Santa Mônica fez 14 coletas e 13 resultados negativos para o Covid-19.

Até o momento, de acordo com o boletim da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) divulgado na segunda-feira, Divinópolis conta com 143 notificações, 47 amostras coletas, sendo que destas, 26 estão em análise, 20 foram descartados e um confirmado. Nesta terça, o Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) confirmou a morte de uma paciente que estava com suspeita de coronavírus, o resultado dos exames, sai nos próximos oito dias.

Comentários
×