Salve-se quem puder

Em meio a uma espécie de guerra civil envolvendo o exército da Colômbia e as famosas Farcs (ou Forças Armadas da Revolução Colombiana), de lá fugiram mais de um milhão de pessoas. Agora vem o relato da organização dos direitos humanos da América Latina, um dado de fazer cair o queixo: já saíram da Venezuela mais de dois milhões e duzentas mil pessoas. O número impressiona, porque nos dois casos o povo não saiu porque quis. “Foi saído” pelo medo e pela fome.

O caso da Venezuela é mais emblemático. Estima-se que centenas de milhares de brasileiros estão comprando ou compraram casas ou apartamentos no exterior. O número não foi fechado ainda, mas sabe-se que é muito grande. No Brasil; o maior problema é a insegurança, o povo perdeu a tranquilidade e o bandido se armou de todas as formas para surrupiar a sociedade.

Hoje o brasileiro que não vive de esmola das bolsas sociais, está pagando uma conta que não é dele e sim de dois ex-presidentes, que de forma corajosa, esquartejaram a economia e mais, conseguindo mesmo em meio a tantas dificuldades, manter pessoas que lhes são simpáticas.

Por essa razão, o ex-presidente, hoje de dentro de uma prisão, quer manter-se candidato, estuprando mais uma vez a Constituição e as decisões já tomadas pela Justiça. Provavelmente a tramóia não dará certo por uma única razão: se derem a ele o direito de recorrer em liberdade ou de concorrer às eleições, automaticamente esse direito será repassado a milhares de outros presos que estão na mesma situação.

Hoje já não se tem mais dúvidas quanto à participação de pessoas como FHC, Ciro Gomes, além de todo o pessoal ligado a partidos de esquerda como PT, Psol etc., ao Foro de São Paulo, uma organização que foi montada para tornar comunista todos os países da América Latina.

No último debate da Band, o Cabo Daciolo, candidato à Presidência, perguntou a Ciro se ele teria ajudado a fundar o Foro e se fazia parte da Ursal. O cearense se fez de bobo e disse que nem sabia o que era aquilo.

Esta sigla significa União das Repúblicas Socialistas da América Latina, que já chegou a contar com o cubano Fidel Castro, Hugo Chávez da Venezuela, o presidente Morales da Bolívia, da então presidente da Argentina, Cristina Kirchner, e mais alguns países como Nicarágua e Equador.

A afirmação ridícula de Ciro viralizou em todas as redes sociais com o desmentido em gravações que ele havia feito em várias entrevistas afirmando que participara sim do Foro e da Ursal. Uma mentira vergonhosa para quem quer ser presidente desse país.

Hoje, somente pretende ficar morando no Brasil quem não pode dele mudar. Mas, se das eleições sair um presidente forte e que passe confiança, o “salve-se quem puder” pode simplesmente acabar e o país finalmente terá condições de voltar à normalidade.

Comentários
×