Saldo da balança comercial cresce 37,8% em Divinópolis

 

 

Jorge Guimarães 

O saldo da balança comercial divinopolitana de março (as exportações menos as importações) foi de US$ 12.070.288, o que representa aumento de 37,8% em relação a fevereiro. Porém, em comparação a março de 2017 (US$ 19.638,596), a queda foi de 38,5%.

Os números das exportações e importações realizadas pelo mercado divinopolitano foram levantadas pelo Núcleo de Pesquisas Econômicas (Nupec), da Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis de Divinópolis (Faced). O levantamento se baseou em dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

Foram importados, em março de 2017, um montante de US$ 1.988.305 e, no mesmo mês de 2018, US$ 2.690.782. Quanto às exportações, o valor negociado foi de US$ 21.626.901 em março de 2017 e, no mesmo período de março 2018, US$ 14.761.070.

– Os números caíram em relação a março do ano passado, devido às menores remessas de aço e demais produtos da Gerdau, que é a maior exportadora do município. Fatores ligado ao mercado internacional podem ter influenciado tal queda – avalia o economista, Leandro Maia.  

Produtos 

Com relação aos tipos de produtos exportados por Divinópolis, verifica-se que há uma forte concentração em produtos semimanufaturados. Em março, foram exportados US$ 14.652.604 em semimanufaturados e apenas US$ 108.466 de produtos manufaturados.

Ao contrário das exportações, as importações de março em Divinópolis foram compostas em sua grande maioria de produtos manufaturados, US$ 1.714.260 do total de US$ 2.690.782.

Entre de janeiro e março de 2018, a pauta de exportações do município concentrou-se basicamente em três categorias de produtos, barras de ferro (80,2%), ferro fundido (10,57%) e barra de ferro e aço não ligado simplesmente forjado (8,79%).

 Países

 Quanto aos destinos das exportações realizadas entre janeiro e março, a Turquia foi o país que mais importou os produtos da cidade, com o total de 37,23% e montante de US$ 18.774.383. Os outros quatro países que mais compraram produtos divinopolitanos foram Peru, Argentina, Republica Dominicana e Taiwan.

No início de 2018, os maiores volumes de importações realizadas por Divinópolis tiveram como principal origem a China, com 52,8% das importações e montante de US$ 4.014.075, seguida pelo Paraguai, Estados Unidos, Noruega e Portugal.

 

Comentários
×