Sada Cruzeiro pega o Maringá neste sábado pela Superliga

 

O Sada Cruzeiro joga neste sábado no ginásio do Riacho, em Contagem, contra o Maringá, sua última partida pela superliga masculina de vôlei, antes de embarcar para São Paulo na semana que vem, para a disputa da fase final da Copa do Brasil, que acontecerá no ginásio do Sesi, na Vila Leopoldina.

Pelo torneio mata-mata na semana que vem na capital paulista, o time mineiro enfrenta, numa das semifinais, o Sesc/RJ, com quem briga rodada a rodada pela liderança da superliga 2017/18. A outra semifinal da Copa Brasil será entre Taubaté e Sesi/SP.

 Manter a ponta 

Depois de retomar a liderança da Superliga, com a vitória de terça-feira sobre o Corinthians, por 3 sets a 0, o Sada recebe o Copel Telecom Maringá na noite deste sábado, às 19h, contando com a força de sua torcida para manter a ponta da tabela.

O Cruzeiro lidera a Superliga masculina, com 34 pontos, , apenas um a frente do Sesc/RJ, que tem 33. O técnico Marcelo Mendez prega concentração total no jogo de amanhã, para só depois focar as atenções na Copa do Brasil.

 Ingressos 

As entradas para o duelo deste sábado contra o Maringá já estão à venda pela internet, no site da centraldoseventos.com.br, e em vários postos físicos, na capital e em cidades do interior. O ingresso para o jogo custa R$ 15, com meia-entrada a R$7,50.

Em Divinópolis, a torcida do Sada Cruzeiro pode comprar seu ingresso no Shopping Pátio Divinópolis | Quiosque Central dos Eventos.

 Sul-americano de vôlei 

A cidade de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, vai sediar pela segunda temporada consecutiva o Campeonato Sul-Americano de Clubes de Vôlei masculino. O torneio será disputado entre os dias 27 de fevereiro e 3 de março deste ano, colocando em quadra as melhores equipes do esporte na América do Sul. Os representantes do Brasil na competição serão os donos da casa, o Pequi Atômico (Montes Claros Vôlei) e o Sada Cruzeiro, atual campeão da Superliga e do sul-americano.

Estão confirmados no torneio, além dos brasileiros, Bolívar e Lomas Voley, da Argentina; Morus, do Chile; e Clube Peerless, do Peru. A tabela da competição ainda será divulgada.

No ano passado, o Cruzeiro ficou com a taça de campeão, derrotando na grande final o Bolívar, da Argentina, no Ginásio Tancredo Neves. O título foi o quarto da equipe mineira no Sul-Americano, uma vez que o time celeste já havia vencido o torneio em 2012, 2014 e 2016. (JCO)

 

 

Comentários
×