Batendo Bola

[email protected] 

Sábado é vencer e vencer

Para o jogo de sábado à tarde, no Farião, contra o Tupi, pela 6ª rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro, não resta alternativa ao Guarani: é vencer e vencer.

Somente a vitória mantém as chances de dias melhores para o Bugre e alimenta o sonho da torcida de ver o time brigar por objetivos maiores ainda este ano. Este é um fato que ninguém pode e nem deve ignorar.

E que ninguém se engane, qualquer outro resultado que não seja um triunfo no sábado sobre o Galo de Juiz de Fora, tornará bem mais difícil a vida do alvirrubro para o restante do estadual. Será um deus nos acuda.

Querendo ou não, esta é a realidade de hoje e ninguém pode ignorar esta verdade. Então, que todos abram os olhos e encarem de frente a realidade. A receita de hoje para todos no clube de Porto Velho é trabalhar duro para construir um futuro melhor no torneio.

Este é o pensamento que deve ser passado a jogadores e comissão técnica do Bugre neste momento: acreditarem sempre, pois somente assim eles poderão construir uma história mais feliz ainda em 2019.

MANGUEIRAS BRASIL

Torcida tem que fazer seu papel

Vejo muitos torcedores questionando nas ruas e pelas redes sociais o atual momento do Guarani, com alguns cobrando acima do normal do time. Algumas críticas para lá de exageradas.

Ora bolas, esta não é hora para cobranças acima do normal, o momento é de todos unir forças para construir um futuro melhor para o alvirrubro ainda nesta temporada.

12º jogador

E o torcedor tem papel fundamental neste momento. Se com a torcida de seu lado, o Guarani já terá enormes dificuldades ainda pela frente neste estadual, se ela o abandonar é que ficará mais difícil a vida para o time.

Então não há outro caminho para o verdadeiro torcedor do Bugre neste momento que não ir a campo e levar seu apoio incondicional ao time nas partidas que ainda fará em casa pelo Mineiro. Com o 12º jogador de seu lado, o Guarani encontrará forças para fazer os resultados de que tanto necessita no estadual. 

Acreditar

E a verdade é esta. A torcida tem que entender que o momento não é de cobranças, mas de apoio total ao time. Mais do que nunca o Bugre precisa da força que vem das arquibancadas para seguir em frente, com chances reais de estar entre os classificados para a próxima fase.

Sem pessimismo

E este tem que ser o pensamento de todos hoje: o Guarani vai brigar é para estar entre os oito classificados para as quartas de final. E não é apenas um sonho, mas uma realidade que ainda está sim ao alcance do time e da qual ninguém pode abrir mão. Mas para que isto se torne um fato real todos, mas todos mesmo têm que arregaçar as mangas fazer o papel que lhes compete.

E neste ponto a torcida que passa a ser o principal coadjuvante. Sem ela a vida do Bugre será ainda mais dura.

Acreditar sempre ainda é a melhor receita.

Empate ficou de bom tamanho

Tem muito torcedor, e até mesmo jogadores do Atlético, achando ruim o empate de terça-feira em 2 a 2 contra o Danubio, no Uruguai. Se levar em conta que o time esteve na frente do placar duas vezes, esta é sim uma verdade a se lamentar.

Mas olhando apenas pelos lados do regulamento da Copa Libertadores, a igualdade em dois gols foi um grande resultado para o time alvinegro, que agora joga por empates em 0 a 0 e até 1 a 1 no jogo da volta, semana que vem em Belo Horizonte, para passar de fase no torneio continental.

E na Copa Libertadores jogar com o regulamento a seu favor ainda é o melhor caminho para quem quer se dar bem. Então, que os torcedores deixem as lamentações de lado e festejem o placar, que foi sim bom para o Galo.

Comentários
×