S.O.S do Câncer terá imóvel próprio após aprovação de projeto

Da Redação

 

Foi aprovado na tarde desta quinta-feira, 14, na 28ª Reunião Ordinária de 2021, um projeto de Lei que doa um terreno para a Associação para a Prevenção e Combate ao Câncer Infantil e Adulto – S.O.S do Câncer. O projeto foi incluído na Ordem do Dia. A cidadã inscrita para uso da Tribuna Livre foi Maria Catarina Labore Domingues, que usou seu tempo para falar dos 133 Anos da Abolição da Escravidão no Brasil (Dia Nacional de denúncia contra o Racismo) Entidade ou grupo que representa. A fala de Catarina foi elogiada por todos os parlamentares, que reconheceram a luta vivida.

ORDEM DO DIA

Não haviam projetos a serem apreciados na Ordem do Dia, no entanto, a pedido do vereador Rodyson do Zé Milton, foi incluído o PL EM 037/2021, que autoriza o Poder Executivo a alienar, por meio de doação com encargos, imóvel de propriedade do Município em prol da Associação para a Prevenção e Combate ao Câncer Infantil e Adulto – S.O.S do Câncer.

A inclusão foi aprovada por todos os vereadores e o o Projeto de Lei também foi aprovado por unanimidade. Na ocasião, os representantes da S.O.S do Câncer estiveram presentes no plenário e aplaudiram a aprovação da matéria. De acordo com a justificativa do projeto, a Associação para a Prevenção e Combate ao Câncer Infantil e Adulto – S.O.S do Câncer – é uma entidade civil sem fins lucrativos e realiza trabalho ímpar em Divinópolis e região, por meio do atendimento de pessoas que convivem com o câncer, bem como crianças e adolescentes com enfermidades raras, oferecendo serviços socioassistenciais e de humanização.

Com isso, o projeto de lei almeja viabilizar a construção da sede própria da referida Instituição, para que ela possa realizar suas atividades com redução de custos, assumindo encargos de atendimento à pacientes com câncer e crianças com enfermidades diversas, por meio do fornecimento de fraldas, custeio de exames de urgência, medicamentos não ofertados pelo SUS, sondas, coletores, suplementos alimentares, dietas nutricionais e trabalhos assistenciais voltados para comunidade de forma pública e gratuita.

A coordenadora de Projetos, Letícia, agradeceu os vereadores pela aprovação e vibrou com a nova oportunidade de construir a própria sede.

— Estamos muitos felizes porque essa conquista é de grande importância para nossa Associação. Ter a possibilidade de ampliar e construir nossa sede própria será um grande sonho realizado, pois assim poderemos ajudar mais pessoas e salvar muitas vidas, com mais estrutura, conforto e comodidade  — destacou Letícia.

MINUTO SILÊNCIO

O Presidente da Câmara, vereador Eduardo Print Júnior, pediu um minuto de silêncio para Nilza Gonçalves Rodrigues e Manoel Rodrigues de Almeida.

COMISSÃO ESPECIAL

Antes de encerrar a reunião, o presidente nomeou uma Comissão Especial para analisar o Veto Total nº EM - 003/2021 ao projeto de Lei nº CM 048/2021. Os vereadores nomeados para analisar o veto foram: Israel da Farmácia, Eduardo Azevedo e Ney Burguer.

Comentários
×