Ridículos

Como mostrou ontem em matéria de capa deste Diário, a situação dos secretários de Galileu, Raquel Oliveira e Roberto Chaves ficou bastante delicada depois dos depoimentos na CPI dos Áudios, em que Galileu e um ajudante foram pegos em uma gravação feita por Marcelo Marreco, quando “convidado” e nomeado para fazer parte do governo, depois que ameaçou fazer exatamente o que acabou fazendo, ou seja, uma denúncia extremamente grave.

Os dois...

...foram pegos em uma contradição sem tamanho, pois além de negar para depois reconhecer assinaturas, não souberam explicar como o documento de nomeação de marreco foi parar nas mãos do nomeado, depois da assinatura de Galileu. Eles estavam juntos na casa de Marreco e o documento deve ter chegado às suas mãos “pelos aires” como os portugueses gostam de dizer, já que eles secretários não foram os portadores.

Galileu apertado

Na contra mão da história, talvez esteja o mais inocente de todos, o próprio prefeito que fez o de sempre, nomeou uma pessoa depois de devidamente convencido pelos auxiliares, para esfriar uma situação e não complicar a sua. Os trapalhões, como sempre fizeram tudo errado. Jogaram o prefeito na maior gelada, ele não terá como explicar o inexplicável, e a não ser que o mordomo assuma a sua inteira participação, o caldo irá engrossar definitivamente.

Denúncia grave

A coluna do jornalista Silvio França na edição de ontem, mostra uma denúncia muito grave, envolvendo as empresas de telefonia da cidade. Veja o que foi publicado: ‘Muito bom o fato de a empresa Vivo estar fazendo investimentos para melhorar seus serviços de internet na cidade, mas eles devem ficar atentos porque os trabalhadores terceirizados que foram contratados estariam fazendo uma verdadeira lambança e atrapalhando as empresas concorrentes que também são importantes para Divinópolis. Empresários denunciam que os funcionários contratados pela Vivo, para fazer a instalação da fibra óptica, estão cortando os cabos das demais empresas e deixando as mesmas com o prejuízo’.

Verdade...

...comprovada também por mim através de conversas com clientes da Vivo. Enquanto as outras empresas, (que não foram citadas, mas que esta coluna procurou ouvir), não falam o por que deste mico, é certo que a empresa que estaria sendo boicotada ganha mais corpo, mesmo porque os serviços que estão sendo apresentados estariam com ofertas agradáveis aos bolsos e aos olhos.

Tentativa de desconstrução

Termina hoje, o prazo para a inscrição e entrega de documentos para todos os candidatos a cargos políticos. O prazo se encerra às 23h59m59s. Quem não fizer a entrega perde a oportunidade e ficará para a próxima. De quinta-feira em diante, com todas as candidaturas postas, é que todos começarão a entender as estratégias, principalmente dos candidatos a presidente. É de se prever que haverá uma tentativa em massa de desconstrução da candidatura do candidato que estiver liderando as pesquisas para que ele não chegue ao segundo turno. Quem não deve não teme e quem realmente não tiver nada a temer não precisa se preocupar. A conferir, a partir dos ataques que acontecerão já a partir de depois de amanhã.

Comentários
×