Reunião discute contrato de resíduos sólidos em Divinópolis

Da Redação

Representantes da Prefeitura de Divinópolis participaram da reunião do Consórcio Intermunicipal de Aterro Sanitário do Centro-Oeste Mineiro (Cias). O evento ocorreu nesta segunda-feira, 22, de forma virtual, e teve como objetivo debater sobre o contrato de descarte e tratamento dos resíduos sólidos urbanos por meio do governo federal.

Representando a Prefeitura de Divinópolis estavam presentes: Will Bueno (assessor especial de Assuntos Comunitários); Ezequiel Cilas Rodrigues (secretário municipal de Meio Ambiente e Políticas de Mobilidade Urbana) e Rodrigo Assis (diretor municipal de Operações e Serviços Urbanos).

Segundo Will Bueno, a parceria entre os municípios mineiros e o governo federal promove uma solução sustentável e tecnológica para a solução definitiva dos problemas do aterro sanitário.

— A estimativa é que até 2023 teremos usinas de tratamento e destinação do lixo. O objetivo é traçar uma rota tecnológica de tratamento e gerenciamento integrado de RSU, de forma que o manuseio dos resíduos combine diferentes métodos de coleta e tratamento para todos os materiais no fluxo de geração e descarte de resíduos — afirmou.

O processo prevê a coleta seletiva, a triagem, compostagem e recuperação energética por meio da decomposição térmica dos resíduos, com mínima geração de rejeitos que serão descartados e utilizados como adubo ou matéria prima para construção civil (tijolos ecológicos).

Participaram da reunião representantes de instituições e setores governamentais como da Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR); Secretaria Especial do Programa de Parcerias e Investimentos; Secretaria de Fomento e Apoio a Parcerias de Entes Federativos; Caixa Econômica Federal; Rede Nacional de Consórcios Públicos (RNCP);  Confederação Nacional de Municípios (CNM);  Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad); Frente Parlamentar Mista dos Consórcios do Congresso Nacional.

Comentários
×