Coronavírus: reunião atualiza medidas de segurança em Divinópolis

Da Redação

Foi realizada, na manhã desta segunda-feira, 15, no Centro Administrativo da Prefeitura de Divinópolis, uma reunião com representantes de forças de segurança e outros órgãos para tratar de questões relacionadas ao cumprimento do Decreto nº 14.263, que institui a onda roxa no município.

Participaram da reunião o prefeito Gleidson Azevedo; a vice-prefeita Janete Aparecida; o secretário de Saúde, Alan Rodrigo da Silva; o secretário de Administração, Thiago Nunes; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Ângelo Gonçalves; o secretário de Meio Ambiente, Ezequiel Cilas; o secretário de Trânsito, Lucas Estevam; além de representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Ministério Público, Fiscalização de Posturas, Vigilância em Saúde e Acasp. O prefeito de Carmo do Cajuru, Edson Vilela, participou da reunião por videoconferência.

A vice-prefeita lembrou que todas as decisões para a elaboração do decreto foram tomadas diante dos números de ocupação de 100% dos leitos de CTI e enfermaria adulto e infantil, destinados a pacientes de covid-19, ou com suspeitas da doença, em Divinópolis.

— O momento que estamos passando não é de férias, não é de festa, é o momento da gente se resguardar, para resguardar o próximo, para que possamos sair dessa o mais rápido possível. Se fosse uma questão de escolha, nós não teríamos fechado, porque sabemos a realidade dos empresários e das pessoas que precisam trabalhar, como os autônomos. A situação dos leitos era impensável há um tempo atrás. Esse é o momento para termos empatia, para nos preocuparmos com a situação do outro. Sei da situação econômica, mas o que estou pedindo é que, pelo amor de Deus, fiquem do nosso lado, fiquem em casa, para podermos reverter essa situação — pediu Janete Aparecida.

Na reunião, em conjunto, foram atualizadas algumas medidas de segurança:

Barragem - Nesta reunião ficou reforçado que está proibido o uso de toda a orla da barragem, tanto do lado de Carmo do Cajuru quanto do lado de Divinópolis, onde a região é conhecida como Lago das Roseiras.

Som - O decreto prevê também a apreensão de equipamentos de sonoros e até som automotivo, bem como todo tipo de aglomeração de pessoas, inclusive da própria família, que não mora no mesmo local.

Pitangui  - A rua Pitangui está proibida de ser utilizada para práticas esportivas, podendo ser usada apenas para passagem de pedestres. A questão será cobrada pela Polícia Militar, pelos fiscais de Postura e pelos fiscais da Vigilância Sanitária.

Praças  - Está proibido o uso de todas as praças públicas de Divinópolis.

Máscaras  - O decreto já prevê que a pessoa que não estiver usando máscara circulando pelas ruas poderá ser multada em R$ 83,33 e, em caso de reincidência, o valor será dobrado ou triplicado. A multa será aplicada no CPF do infrator e será aplicada pelos fiscais da Prefeitura.

Celebrações religiosas - Somente de forma virtual.

 

Comentários
×