Retrospectiva 2017 do futebol mineiro

José Carlos de Oliveira

 

O ano de 2017 ficará marcado na história do futebol mineiro. Nesta temporada, as equipes do estado brilharam em vários competições pelo país. Títulos nacionais, tanto no profissional quanto na base, vagas em torneios internacionais, acessos e campanhas que deixaram grande parte dos torcedores mineiros realizados com seus clubes. Nas competições estaduais, sobraram emoções, com partidas de tirar o fôlego, estádios lotados, festa nas arquibancadas e decisões memoráveis.

 

Galo é campeão estadual

 

O primeiro troféu conquistado na temporada foi do Atlético. No dia 7 de maio, o Galo superou seu maior rival, o Cruzeiro, no segundo jogo da decisão do Campeonato Mineiro e levantou a taça diante do seu torcedor, na Arena Independência. De quebra, o alvinegro teve Fred como artilheiro da disputa. O centroavante ajudou sua equipe, marcando dez gols nesta edição do Estadual.

 

Módulo II

 

Pouco menos de duas semanas depois, em 20 de maio, foi a vez da torcida do Patrocinense celebrar. Em um final de competição dramático, a equipe de Patrocínio conquistou o título do Campeonato Mineiro do Módulo II na última rodada e retornou à elite do futebol mineiro após mais de 20 anos. Junto com o CAP, o Boa Esporte também regressa ao Módulo I após ter caído em 2016.

 

Copa Brasil Sub-20

 

A temporada vitoriosa da base atleticana começou a ser escrita no mês de junho. Na finalíssima da Copa do Brasil Sub-20, o Galo venceu o Flamengo nos pênaltis e teve Cleiton como uns dos principais responsáveis pela conquista. O goleiro alvinegro foi preciso e fechou o gol no momento decisivo da disputa.

 

Taça BH Sub-17

 

Em julho, a tradicional Taça BH Sub-17 agitou os gramados pelo estado. Com formato e sistema de disputa igual ao da Copa do Mundo, o torneio deste ano contou com a participação de 32 equipes e teve o São Paulo como grande campeão. Na final contra o Flamengo, disputada na Arena Independência, no dia 27, o Tricolor Paulista contou com o talento e os gols de Brenner para vencer o confronto e erguer a taça.

 

Cruzeiro é penta da Copa do Brasil

 

O mês de outubro de 2017 ficou realmente marcado pela conquista celeste da Copa do Brasil. Na decisão, um palco digno da grandeza de Cruzeiro e Flamengo. O Mineirão se coloriu de azul e branco, com um pedacinho rubro-negro, para a última partida da competição. Tensão e suspense para os mais de 61 mil presentes no Gigante da Pampulha, recorde de público do estádio após sua reforma. Na disputa por pênaltis, coube a Thiago Neves conferir a última cobrança e garantir a quinta taça para a galeria cruzeirense, maior vencedor do torneio, juntamente com o Grêmio, de Porto Alegre.

 

Brasileiro Sub-20 é da Raposa

 

Ainda no antepenúltimo mês do ano, o Cruzeiro subiu no lugar mais alto do pódio e festejou sua segunda conquista nacional. Mesmo decidindo o Campeonato Brasileiro Sub-20 longe de casa, a Raposa contou com as defesas de Vitor Eudes para bater o Coritiba nas cobranças de penalidades máximas e levantar mais um troféu.

 

Atlético conquista tudo na base

 

Outubro e novembro foram os meses das decisões na base. Nos torneios estaduais, o Atlético foi hegemônico e conquistou todos os campeonatos organizados pela Federação Mineira de Futebol (FMF). O Galo foi campeão do sub-14 ao sub-20 e não deixou dúvidas sobre o excelente trabalho realizado com os garotos.

Destaque também para a campanha histórica do Araxá, finalista do Campeonato Mineiro Sub-20, e para a disputa da primeira edição do Campeonato Mineiro Sub-14.

 

Cruzeiro leva a Supercopa

 

Com Cruzeiro e Atlético campeões pelo sub-20, do Brasileiro e da Copa do Brasil, respectivamente, coube à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) elaborar uma forma de decidir qual das duas equipes de Belo Horizonte ficaria com a única vaga brasileira para a Libertadores da categoria, no ano que vem. Foi criada, então, a Supercopa Sub-20. A decisão, realizada em dois jogos, nos dias 18 e 23 de novembro, na Arena Independência, consagrou a equipe celeste como grande campeã, em mais uma disputa por pênaltis, que contou com o brilhantismo do goleiro cruzeirense Vitor Eudes, que defendeu duas cobranças e deu o título para a Raposa.

 

América é bi em dose dupla

 

Encerrando a temporada de futebol em Minas Gerais em 2017, o América foi o dono da festa. No dia 26 de novembro, o Coelho conseguiu a incrível façanha de conquistar dois campeonatos no mesmo dia. Pela manhã, o clube comemorou seu bicampeonato estadual feminino ao derrotar o Frigoarnaldo na finalíssima.

Pouco depois, à tarde, foi a vez do profissional fazer bonito. Com o Independência lotado, com direito a quebra de recorde de público, o Coelho, que já havia garantido seu retorno à elite antecipadamente, venceu o CRB e conquistou seu segundo título do Campeonato Brasileiro da Série B, 20 anos depois da primeira conquista, que aconteceu em 1997, sob o comando de Givanildo Oliveira.

Comentários
×