Retomada dos voos comerciais é pauta em Divinópolis

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis busca agilizar os procedimentos para retomada dos voos comerciais ligando o aeroporto Brigadeiro Cabral e o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Porém, todas as tratativas têm como base a segurança, princípio básico da aviação, que, por sua vez, demanda uma razoabilidade de prazos, principalmente sobre a homologação dos serviços.

Essa situação foi reforçada em um encontro realizado nesta segunda-feira, 18, na sede da Azul Linhas Aéreas, em Belo Horizonte, quando a empresa reafirmou o interesse em manter o voo ligando Divinópolis ao interior paulista. Representando a Prefeitura de Divinópolis, participaram do encontro o secretário municipal de desenvolvimento econômico, Rafael Nogueira, e o secretário municipal de governo, Roberto Chaves. Pela Azul, estavam presentes o assessor da presidência para assuntos institucionais, Ronaldo Veras, e o gerente de regulamentação técnica, Rodrigo Oliveira, além da representante da Infraero a frente do Aeroporto Brigadeiro Cabral, Celina Campos.

— Foi um encontro extremamente produtivo. Ajustamos todas as necessidades para que a Azul volte a operar no Aeroporto Brigadeiro Cabral dentro de um cenário que seja viável para empresa, mas que também possa atender aos interesses da população de Divinópolis e região,  e aos de outras empresas aéreas que queiram operar voos para destinos diversos — salientou o Rafael Nogueira.

— E, em relação aos vôos da Azul, isso passa, inclusive, pela readequação dos horários de chegada e partida da aeronave — destacou.

Uma das possibilidades seria a de que o voo partisse de Divinópolis no início da manhã e retornasse no final da tarde. Neste caso, a aeronave pernoitaria em Divinópolis.

— Esse é o objetivo da própria Azul, que tem consciência de que os horários anteriores não atendiam plenamente ao interesse de muitos passageiros, já que eles chegavam em São Paulo já no final da tarde — concluiu Rafael Nogueira.

Mas, para que se promovam as alterações necessárias, o aeroporto de Divinópolis precisa se enquadrar em alguns parâmetros da legislação que rege a aviação no Brasil. Para isso, é fundamental dotar o terminal com equipamentos e serviços que garantam mais segurança aos procedimentos, principalmente de aterrissagem e decolagem à noite ou com condições visuais adversas.

— São equipamentos caros e de alta tecnologia. Com o fim de viabilizar a aquisição destes equipamentos, estaremos atuando junto à Secretaria de Aviação Civil, órgão do Governo Federal no intuito de liberá-los para o nosso aeroporto — destacou o secretário de governo, durante o encontro. Para ele:

— A parceria firmada pela administração municipal neste ano com a Infraero, gestora do aeroporto, ratifica a seriedade e o interesse com que a prefeitura vem tratando o assunto. Estamos buscando uma solução definitiva, que possibilite um avanço concreto e que coloque o Aeroporto Brigadeiro Cabral na rota da aviação comercial nacional — afirmou.  

No encontro, ficou definida uma visita dos representantes da Azul a Divinópolis nas próximas semanas para uma apresentação detalhada de seu projeto.

Os secretários de desenvolvimento econômico e de governo estiveram reunidos também, no aeroporto da Pampulha, com o superintendente da infraero, Sérgio Kennedy, que, na oportunidade, apresentou o P.S.A. – Plano de Segurança Aeroportuária, um documento contendo mais de 300 páginas, desenvolvido pela Infraero especialmente para implantação no aeroporto Brigadeiro Cabral.

— Referido documento estabelece todas as medidas relativas à segurança da operação aeroportuária, desde os modelos-padrão de crachás que deverão ser utilizados por quem trabalha ou tem acesso às diversas áreas do aeroporto, até as medidas operacionais para agir em caso de eventuais incidentes — pontuou o secretário de governo, Roberto Chaves.

O P.S.A. será apresentado, agora, ao prefeito de Divinópolis, Galileu Machado, para assinatura conjunta com a Infraero.

— O Plano de Segurança Aeroportuária constitui, sem dúvidas, o cumprimento de mais uma etapa rumo à implantação de uma estrutura operacional jamais vista no Aeroporto Brigadeiro Cabral. Tudo isto, com o objetivo único de fornecer um serviço de excelência a toda a população de Divinópolis e região — finalizou o secretário Rafael Nogueira.

Comentários
×