Remoção do Camelódromo tem início nesta manhã

Operação conta com apoio de equipes de segurança e fiscais da Prefeitura

Da Redação 

A Prefeitura iniciou hoje os trabalhos de remoção dos boxes do Camelódromo da rua São Paulo. Desde o início da manhã, uma intensa operação foi montada com o auxílio das Polícias Militar e Civil, Bombeiros, fiscais da Prefeitura e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A retirada do Camelódromo é uma das medidas da Prefeitura que mais gerou discussões nos últimos meses por causa de sua impopularidade. Os ambulantes fizeram protestos contra a ação da administração municipal. Faixas foram colocadas no local em repúdio ao Prefeito Galileu Machado (MDB) e à Câmara dos Vereadores.

O vereador Marcos Vinícius (Pros) cogitou pedir um prazo de trinta dias para a retirada, uma vez que a chuva atrasou as obras do novo espaço. Também em uma tentativa de postergar a retirada dos vendedores, o advogado representante Robervan Faria, pediu a anulação do acordo firmado para a desocupação. Segundo o advogado, ele não fora notificado da reunião em que foi firmado o prazo  final para a saída dos ambulantes do local.

 

A Prefeitura cumpriu o prazo estabelecido referente à desocupação. No acordo firmado, os vendedores teriam até ontem, 12, para fazer a retirada das mercadorias.

A operação de desmanche da estrutura do Camelódromo segue durante toda a manhã. Estão empenhados na operação, caminhão e retroescavadeira, além de ferramentas para a abertura dos boxes que estavam fechados.  O Pegasus 09, helicóptero da PMMG, também participa da operação de desocupação.

O cruzamento da Rua São Paulo com a Avenida Primeiro de Junho se encontra interditado para tráfego de carros neste momento.

O Agora acompanha as ações.

Comentários
×