Região tem janeiro com maior redução de crimes

Indicadores da Polícia Militar mostram uma queda significativa no índice; dois batalhões ficam em 1º no Estado

Bruno Bueno

Já virou rotina a população reclamar que cidades como Divinópolis e outras da região e do estado carecem de segurança. Sempre que algum crime é registrado, a sensação de desconfiança toma conta das pessoas, que muitas vezes pensam ser as próximas vítimas.

Contudo, um indicador da 7ª Região da Polícia Militar (RPM) divulgado na última semana mostra que a realidade pode estar mudando nos municípios, especialmente os da região Centro-Oeste. A instituição registrou, no começo de 2021, o janeiro mais seguro dos últimos 10 anos, com redução dos índices de criminalidade. Com o resultado, ficou em 1º lugar no ranking de desempenho operacional nas 19 regiões da Polícia Militar de Minas Gerais.

Além disso, a 7ª RPM, que engloba mais de 50 cidades no Centro-Oeste, registrou outros números expressivos no ano de 2020.

Redução

Ao longo de todo 2020, a 7ª RPM registrou uma redução de 41% nos crimes violentos e roubos na região em relação ao ano anterior. A queda também foi verificada nos homicídios e furtos consumados, que apresentaram declínio de 12,3% e 19,3%, respectivamente.

Para o comandante da 7ª Região da Polícia Militar, coronel Wemerson Lino Pimenta, os números refletem um duro trabalho de prevenção e combate.

— Esses resultados não vêm de uma hora pra outra. Foi necessário muito trabalho por trás e um conjunto de fatores que refletem esses números. Sabemos que acabar com o crime é impossível, mas essas ações ajudam a reduzir a criminalidade e, assim, trazer a sensação de segurança para a população — disse.

Outros dados

O comando regional ainda destacou outros dados que fortalecem a redução da criminalidade.

Considerando o ano anterior, foram mais de 19 mil pessoas presas e apreendidas por práticas de crime. Quase 120 mil ocorrências foram registradas ‒ incluindo 3.755 envolvendo tráfico de drogas ‒ e 118 mil operações realizadas. Pouco mais de 1.200 veículos roubados e furtados foram recuperados na área que contempla a 7ª Região.

— Há um conjunto de fatores que explica esse grande número de ocorrências e operações. Trabalhamos para ter ótimos recursos logísticos e boas estratégias nas ações. Essa redução vem sendo observada desde 2017 através dessas iniciativas. O trabalho não vai parar, só nesta semana teremos duas operações em Divinópolis visando prevenir crimes como tráfico de drogas e roubos na região — explica o comandante.

Destaques

Entre as vários batalhões presentes na 7ª  Região, dois se destacaram na redução da criminalidade.

O 63º Batalhão, com sede em Formiga, e a 19ª Companhia Independente da PM, com sede em Pará de Minas, ficaram em primeiro e segundo lugar no ranking estadual de redução criminal entre todas as unidades de Minas Gerais em janeiro.

O coronel ainda destacou o trabalho dos policiais neste resultado expressivo.

— Temos uma tropa comprometida com o resultado. Nossos homens são motivados e muito bem treinados para trazer segurança à população. Esse resultado passa, com toda certeza, por cada policial militar que trabalha nos batalhões da 7ª  Região — comentou.

Desafios

Com os importantes resultados do ano de 2020 e do começo deste ano, o comando regional tem o desafio de continuar reduzindo a criminalidade nos municípios sob sua subordinação. 

— Apesar dos excelentes resultados, o desafio de continuar reduzindo o índice criminal é grande. Com o apoio de bons recursos logísticos, estratégias favoráveis nas operações e nossa tropa comprometida com o resultado, temos certeza que bons números como esse irão aparecer, trazendo a melhoria da segurança pública nos municípios — concluiu.

 

Comentários
×