Recuperação

Preto no Branco

Recuperação

Prefeito em quatro oportunidades, Galileu Machado se recupera bem no Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) após ser internado com obstrução intestinal no sábado. Os tratamentos aos quais foi submetido apresentaram resultados positivos e o ex-chefe do Executivo recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi transferido para o quarto, onde permanece em observação. No momento, a necessidade de cirurgia foi descartada. Independentemente de diferenças políticas e ideológicas, Galileu Machado faz parte da história de Divinópolis por seus anos de contribuição à vida política. O Agora deseja uma boa recuperação ao ex-prefeito Galileu Machado. 

Tabuada dos 25

Para o prefeito Gleidson Azevedo (PSC), em análise aos seus seis primeiros de mandato, sua aprovação está divida em quatro grupos: 25% aprovam; 25% aprovam, mas, ao longo de sua gestão, devem mudar de lado e desaprovar; 25% não aprovam, porém estão dispostos a gostar; já os 25% restantes nunca aprovarão seu governo, sendo sempre oposição. O chefe do Executivo faz a explicação dentro de um carro, onde gravou um vídeo, postado em suas redes sociais com uma música dramática ao fundo. 

Propósito divino

Gleidson, ainda no vídeo, diz que seu governo tem foco e propósito, e não se preocupa em agradar nenhum dos grupos (apoiadores, indecisos e opositores), apenas em transformar a cidade. "Só o tempo vai provar que vamos deixar a cidade muito melhor do que pegamos”, afirma. Para ele, não se trata apenas de um objetivo para o qual foi eleito, mas quase uma dotação divina. “Eu nasci para ser o maior prefeito da história de Divinópolis”, garante. Como ele mesmo citou, talvez seja melhor deixar a análise dessa questão para o tempo e os moradores decidirem. Sua gestão ainda não completou nem um ano. Talvez seja o momento para manter os pés no presente e deixar o futuro onde ele pertence, na posterioridade.

Dito e feito

Como prometido, o Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (Sintram) apresentou as solicitações de investigação contra o prefeito diante da sua abordagem a um agente de trânsito. Inicialmente, o sindicato protocolou uma denúncia no Ministério Público (MP) e na Câmara, solicitando a apuração de possíveis crimes e abusos de autoridade. Além disso, está em elaboração uma ação coletiva em defesa do servidor, ainda a ser apresentada. Após a repercussão do caso, o chefe do Executivo, inclusive, se desculpou, em vídeo, a quem se ofendeu com sua atitude. Agora, a situação pode extrapolar as telas de celulares e parar na Justiça. 

Anos de espera

Quase cinco meses após chegar ao Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), os deputados estaduais finalmente aprovaram a destinação de parte dos recursos indenizatórios da Vale, em consequência do rompimento da Barragem de Córrego do Feijão em 25 de janeiro de 2019. O documento estabelece como os R$ 11 bilhões devem ser aplicados. Uma das principais mudanças incluídas pelos parlamentares foi a destinação de R$ 1,5 bilhão para os municípios. Divinópolis receberá R$ 15 milhões. O capítulo, que se estendeu por meses, agora gera uma nova expectativa no município: quando as obras do Hospital Regional Divino Espírito Santo serão retomadas? O complexo hospitalar começou a ser erguido em 2010 e teve sua construção interrompida em 2016, após o Estado interromper os repasses. Desde então, o governo estadual alega falta de dinheiro para concluir o hospital. Bem, agora não se trata mais de dinheiro, apenas tempo. Quanto tempo, porém, ainda é um mistério.

Comentários
×