Receita Federal em Minas destina mercadorias apreendidas a órgãos públicos

 

Da Redação

A Superintendência da Receita Federal em Minas Gerais destinou no mês passado, mercadorias apreendidas à Advocacia-Geral do Estado,  Polícia Civil (PC) e ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Com essas destinações, cada instituição poderá otimizar seus serviços em benefício da sociedade.

O valor das mercadorias destinadas foi avaliado em mais de R$ 210 mil. Todos os itens apreendidos resultam de operações no combate ao contrabando, descaminho e sonegação fiscal, realizadas no Estado. Foram entregues às instituições, diversos aparelhos eletrônicos como smartfones, HDs internos e externos, notebooks, ipads, cartões de memória, máquinas fotográficas digitais, projetor de imagem, rádios comunicadores, dentre outros.

Parcerias

Essas parcerias da Receita Federal com órgãos públicos na destinação de mercadorias apreendidas, visam colaborar na economicidade das instituições na aquisição destes equipamentos que serão utilizados para melhorar, aprimorar e fortalecer as ações destes órgãos que beneficiam, sobretudo, a sociedade.

O valor das mercadorias destinadas foi avaliado em mais de R$ 210 mil. Todos os itens apreendidos resultam de operações no combate ao contrabando, descaminho e sonegação fiscal, realizadas no Estado. Foram entregues às instituições, diversos aparelhos eletrônicos como smartfones, HDs internos e externos, notebooks, ipads, cartões de memória, máquinas fotográficas digitais, projetor de imagem, rádios comunicadores, dentre outros.

Parcerias

Essas parcerias da Receita Federal com órgãos públicos na destinação de mercadorias apreendidas, visam colaborar na economicidade das instituições na aquisição destes equipamentos que serão utilizados para melhorar, aprimorar e fortalecer as ações destes órgãos que beneficiam, sobretudo, a sociedade.

Comentários
×