Querendo tirar proveito

José Carlos de Oliveira 

As mazelas dos ex-dirigentes da Raposa, que afundaram o clube estrelado num mar de lama, foi de tal forma escandalosa que muitos dirigentes de times, pelo Brasil afora, se acharam no direito de tentar se dar bem para cima do Cruzeiro, com a certeza que podiam fazer o que bem quisessem, e que todos aceitariam de boca calada suas imposições, por mais absurdas que pudessem parecer. E alguns episódios, que agora são colocados para a imprensa, deixam a China Azul de cabelos em pé, mas de raiva, com os péssimos negócios feitos pelos ex-dirigentes azuis.

Lateral direito

Nem é preciso ser um bom entendedor, para saber que há sim algo de muito estranho, para não dizer outras coisas, nesta triste história. Vejam bem o caso do lateral direito Orejueda, que teve seus direitos econômicos adquiridos pela Raposa com a ajuda de um investidor e foi cedido ao Grêmio, por empréstimo. Nas minutas do contrato tudo a favor do tricolor gaúcho, como se eles estivessem fazendo um favor ao clube celeste em ficar com o jogador por empréstimo. 

Agora, para tentar resolver a situação, os atuais dirigentes terão que se virar para não ficar no ‘preju’. E por aí vai...

Zé Eduardo

E agora vem lá o América de Natal, também querendo tirar uma casquinha e se dar bem em cima do clube estrelado. Calma aí pessoal, que o buraco é bem mais em baixo e a Toca da Raposa não é a “Casa da Mãe Joana não”!!!

Entenda o caso

Para “um bom entendedor meia palavras bastam”. Entendam então o imbróglio todo. Com o Cruzeiro precisando de atacantes e o garoto Zé Eduardo, que havia sido cedido por empréstimo (sem custos) ao clube do Rio Grande do Norte, em grande fase, o clube mineiro pediu o retorno do jogador a Minas Gerais, mas para conseguir seus propósitos se viu obrigado a ceder 15% dos direitos do atleta ao clube potiguar. Até aí, nada demais...

Passar a perna, não!

...mas aí vem a segunda parte da história. Como o jogador não vem sendo aproveitado por Felipão, abriu-se uma oportunidade para seu retorno ao Rio Grande do Norte, mas só que aí o América quer o jogador e ainda manter os 15% de seus direitos econômicos, agindo como se estivesse fazendo um favor em ter o jogador de volta. 

Menos manés, bem menos, o Cruzeiro pode não estar num bom momento financeiro, mas também não admite (assim espero que sempre haja a nova diretoria) mais ser passado para trás por qualquer otário...

Quer se dar bem? Joga na Mega Sena e estamos conversados. Aqui acabou a mamata...

MANGUEIRAS BRASIL

Comentários
×