Quase cinco mil pessoas ainda não se vacinaram em Divinópolis

 

Matheus Augusto

Faltando apenas três dias para o fim da 21ª Campanha Nacional Contra a Influenza, Divinópolis ainda não alcançou a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS), de vacinar ao menos 90% dos grupos prioritários. Na cidade, isso significa, ao menos, 50.320 pessoas, já que o número total é de 55.909. Até o momento, 45.801 indivíduos foram até as unidades de saúde para receber a dose, totalizando 81,92% de cobertura. 

A Semusa informou ainda que, caso a meta não seja alcançada e o Ministério da Saúde (MS) enviar notificação, a campanha será prorrogada. A expectativa da pasta é que esse documento oficial chegue amanhã.

Grupos

Apenas três grupos estão com a cobertura vacinal acima da média geral. A expectativa era de vacinar 322 puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto). No entanto, 341 (105,90%) pessoas compareceram às unidades de saúde. Logo atrás, estão os idosos, com uma cobertura de 89,63%. De um total de 24.618 pessoas, 22.066 já se imunizaram.

O terceiro grupo com a melhor média de cobertura até o momento são os pacientes com comorbidades. Das 8.896 pessoas esperadas, 7.292 já receberam a dose. Até o momento, professores possuem uma cobertura de 80,46%. Dos 1.894 educadores, 1.524 (80,46%) se imunizaram.

Dos 4.119 trabalhadores da saúde, 3.001 já receberam a dose, totalizando uma cobertura de 72,86%. Os dados das gestantes apresentam uma cobertura vacinal similar, de 72,64%. Desse público-alvo, 1.424 estão imunizadas; outras 535 ainda não procuram a proteção contra a influenza.

A situação mais preocupante é em relação às crianças. Apenas 10.154 (72,01%) foram vacinadas. Ou seja, 3.947 ainda precisam procurar os postos de saúde.

Região

Até a última sexta-feira, 24, apenas nove, dos 54 municípios da macrorregião Oeste, já haviam atingido a meta. São eles: Igaratinga, Itaguara, Japaraíba, Moema, Onça de Pitangui, Piracema, Santo Antônio do Amparo, São Francisco de Paula e São Sebastião do Oeste.

Na macrorregião Oeste, 330.508 eram esperadas para a vacinação. Até o momento, 265.282 pessoas já estão imunizadas, contabilizando uma cobertura de 80,26%.

O grupo prioritário com a menor cobertura vacinal são as crianças. O Governo espera vacinar cerca de 81.439 mil pessoas desse grupo, porém apenas 56.897 (69,86%) receberam a dose.

Apenas dois grupos na macrorregião já atingiram a meta: puérperas (101,41%) e indígenas (99,83%). Outro grupo com bom comparecimento são os idosos, com uma cobertura vacinal de 87,05%. Esse público-alvo conta com 143.044 pessoas; dessas, 124.520 já se imunizaram.

Cerca de três mil professores também precisam se vacinar. A cobertura nesse grupo está em 77,11%. 

Comentários
×