Quaresma começa com promoção em pescados

 

Jorge Guimarães

A Quaresma começou ontem com diversas celebrações, e junto com ela, o período que o comércio fatura com o aumento na venda de pescados. Aumento do estoque, em especial de ovos e peixes, é uma das iniciativas que os empresários têm tomado para garantir a comercialização e o bom atendimento ao consumidor. Mesmo propósito realizado pelos donos de restaurantes, que nesta época do ano alteram seu cardápio, principalmente nas quartas e sexta – feiras, com a inclusão de mais pratos que levem peixes e ovos. O aumento na procura é porque muitos seguem a tradição religiosa de se trocar por peixes as carnes vermelhas, cardápio que também inclui os ovos. O comércio agradece o crescimento nas vendas dos pescados, ovos, azeites e de todo um mix de produtos que compõem os pratos feitos com estes ingredientes.

Mercado

E com tantas mudanças em 40 dias, os empresários se prepararam bem antes, pois quem negocia de forma antecipada, consegue melhores preços e mais variedades de itens.

— Nosso cronograma de compras é bem antecipado, a Quaresma começou em setembro passado, quando tiveram início as compras dos produtos. Neste período, nossas vendas, de pescados e ovos, crescem até o dobro em comparação ao restante do ano. E, este ano, nossa previsão é de vender 25% a mais do que igual período do ano passado — revela o gerente de uma loja de supermercados, Sérgio Antônio.

Preços

Os pescados já estavam com preços promocionais nos mais variados tipos e cortes, ontem, como a tradicional posta de Piramutaba, que era vendida a R$ 10,90. O Bacalhau sai a partir de R$ 25,90 e o filé de dourada a R$ 22,90. Já em relação aos peixes inteiros, a sardinha saía a R$ 9,90, já o surubim era comercializado a R$ 14,90. Também tradicionais e com boa saída nesta época, os filés de Merlusa e Tilápia eram comercializados, respectivamente, a R$ 7,99 e R$ 13,98. Os ovos eram encontrados a R$ 4,49, a dúzia e R$ 7,99 o pente com duas dúzias e tinha ainda outra opção: duas dúzias e meia a R$ 9,90, com a unidade saindo a R$ 0,33. Os azeites portugueses eram comercializados com preços a partir de R$ 11,99, com 250 ml e R$ 14,98 com 500 ml, conforme a marca e tipo.    

— O peixe não pode faltar nas refeições das quartas e sextas, durante a Quaresma. Sigo uma tradição de família, que passo a meus filhos. E se depender de mim, ele seria o prato principal dos domingos — comenta a operadora de telemarketing, Isa Santos.

Para o aposentado Jésus Castro, o peixe já é prato constante na mesa da família, pois como bom pescador, tem seu freezer sempre cheio.

— Hoje, (ontem) já faremos a tradicional peixada capixaba, como prato principal — fala o aposentado.

 

 

Comentários
×