Prorrogado prazo para cadastramento da safra de mudas em Minas Gerais

Da Agência Minas

O prazo para o cadastramento da safra de “mudas variedades” dos viveiros de todo o estado foi estendido. O pedido foi feito pela diretoria executiva da Emater-MG ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em virtude da pandemia do coronavírus. 

Os viveiros de “mudas variedades” são de frutíferas como manga, abacate, goiaba e outras.  Eles precisam ter a safra cadastrada anualmente no sistema do Mapa, de 1 a 31/3. Agora o prazo foi estendido para 30/4, porque muitos produtores não conseguiram fazer o processo no período normal. Não fazem parte desta medida os viveiros de mudas de citros, que têm regras de cadastro diferentes.

A Emater-MG, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), é a responsável técnica por centenas de viveiros em todo o estado e pelo cadastro da safra deles junto ao Mapa. Somente nos municípios de Dona Euzébia e Astolfo Dutra, importantes produtores de mudas na Zona da Mata, a Emater-MG cadastrou 105 viveiros de “mudas variedades” no ano passado. Ao fazer o procedimento é obrigatório informar, por exemplo, as variedades e a quantidade de mudas frutíferas que serão produzidas nos próximos 12 meses.

— Apenas com o cadastro anual é que os produtores têm autorização de produzir e comercializar as mudas. Além disso, o registro é uma garantia de que o consumidor está comprando mudas sadias — explica o gerente regional da Emater-MG em Cataguases, Celso Luiz de Oliveira.  

Atendimento 

A Emater-MG está atendendo os produtores rurais, por meio do Plantão Técnico virtual, para tirar dúvidas e dar orientações pelo site www.emater.mg.gov.br. Outro canal de informação é o Whatsapp pelo número (31) 98453-6231. Os produtores também podem mandar um e-mail para os escritórios locais. Os endereços estão disponíveis no site da Emater-MG.

Comentários
×