Pronto para a festa

 

Declarada aberta a temporada das confraternizações. Preparem a agenda, bolso, o fígado e, principalmente, o coração que a festa vai começar.É hora de confraternizar. Exercer a fraternidade com outras pessoas; mais especificamente, com pessoas que convivemos e que nos “aguentaram” ao longo do ano. A turma do trabalho, do colégio, da academia, da igreja, do futebol ou de qualquer outro grupo que se encontrou ao longo ano. Dezembro é pequeno para todos os grupos se encontrarem e a noite pequena para relembrar todas as boas e engraçadas histórias vividas durante o ano.

É hora de deixar a rede social e partir para o abraço verdadeiro. É hora de encontrar aqueles que quase nunca aparecem. É hora das verdades, dos casos e das novas risadas que serão o assunto de amanhã. É hora de trocar alguns minutos de presença.

Antes de sair para a festa, lembre-se de deixar em casa seus pesos, seus ranços com as pessoas e seu mau humor. Resolva-se primeiro. Não seja você a energia negativa da festa. É hora de se divertir. Então, simplesmente divirta-se! E para se divertir de verdade, você só precisa estar leve, desprovido de seus pesos, seus preconceitos e suas iras. Não se diverte com o coração carregado. É impossível! O abraço não aquece e o sorriso não convence.

Vale desamarrar a cara, vale vestir o seu melhor sorriso e maquiar-se de alegria. A alegria é o melhor subterfúgio para de sair bem na foto.  Afinal, não tem photoshop que resolva uma cara amarrada.

Vale sair da dieta, vale entrar no cheque especial e vale desmarcar compromissos para ver feliz pessoas que nos são preciosas.

Também vale pedir perdão, fazer as pazes, dizer que ama e quem sabe presentear com um demorado e verdadeiro abraço.

Na temporada das confraternizações vale quase tudo. Vale o beijo que passou o ano na vontade, vale dançar “boquinha da garrafa”, vale serenatas, surpresas, músicas e alegria.

Nesta temporada, revelam-se excelentes cantores, dançarinos, humoristas, apresentadores, imitadores e demais talentos ocultos que nunca tiveram oportunidade nos dias comuns.

Só não vale lavar a roupa suja no meio da confraternização. Muito menos resolver os rancores bem na hora da festa.

Sendo assim, esqueça seus desafetos, deixe em casa suas tão sofridas mágoas e vá confraternizar. Nada como encerrar o ano envolto de boas energias. Te espero lá!

leila.palavras@gmail.com

 

Comentários
×