Projeto busca prevenir queda em pessoas idosas

 

 

Da Redação 

Independentemente da idade, todas as pessoas correm o risco de cair. Porém, para a pessoa idosa, a possibilidade de queda aumenta cada vez mais e ainda pode representar um problema grave, levando a limitações funcionais que, até então, não existiam. Assim, um idoso que era ativo passa a depender de cuidados de outras pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, entre as consequências das quedas, a fratura de colo do fêmur é uma das mais graves nas pessoas com 60 anos ou mais. A queda pode causar perda da funcionalidade e aumento da mortalidade na população desta faixa etária. Dados também apontam que idosos acima de 70 anos têm 35% de chance de cair. Já para pessoas acima de 75 anos, este número sobe para 50%. 

São várias as causas relacionadas às quedas. Há fatores próprios da pessoa, como a perda da massa muscular, e questões do ambiente, como uma calçada quebrada ou até mesmo um tapete solto. De acordo com a fisioterapeuta e coordenadora de relacionamento da UNA Divinópolis, professora Fernanda Francischetto, entre as consequências da queda e fratura do colo do fêmur, está a perda de autonomia e a crise pós-queda, que pode gerar outros problemas de saúde, como depressão e infecções.

“Envelhece, mas não cai”

Para auxiliar a pessoa idosa, a UNA, através do curso de fisioterapia, criou o projeto “Envelhece, mas não cai”, que trabalha a prevenção de quedas e aumento da autonomia do idoso. Coordenado por Fernanda Francischetto, através de oficinas, serão trabalhadas questões relacionadas ao equilíbrio e fortalecimento muscular e como transformar o ambiente doméstico em uma casa mais segura.

— O projeto tem grande impacto na comunidade por preencher um vazio assistencial a qual se pretende, que é prevenção de queda. Acredito que este projeto vai fazer a diferença para a qualidade de vida população idosa — ressalta. 

Inscrições abertas

Gratuito, o projeto foi lançado na última quinta-feira, 26, e as inscrições começaram ontem. Para participar, é necessário ter acima de 60 anos e ter disponibilidade para integrar as oficinas, realizada no campus da UNA às terças e quintas-feiras, sempre às 15h.

As inscrições serão realizadas no CAC da Unidade, localizado à rua Coronel João Notini, 151, Centro, a partir de 13h.

 

 

Comentários
×