Procura-se um neto

Procura-se um neto. Um neto que tenha entre 11 a 50 anos. Deve haver algum por aí, em algum lugar.

Procura-se um neto. Um neto que ainda se interesse pelos bolos recheados de carinho da avó. E que não compare seus pãezinhos aos “Mc Lanches” da esquina.

Procura-se um neto. Um neto que ainda esteja disposto a ouvir as histórias de um avô que não sabe usar direito o celular ou o computador, mas que sabe tudo da história do próprio neto, porque acompanhou por livre e espontânea vontade todos os seus passos.

Procura-se um neto. Um neto que, ao ensinar os avós a usar o controle da TV, tenha a mesma paciência que os avós tiveram com ele quando ele aprendeu a dar os primeiros passos, quando aprendeu falar, comer ou andar de velotrol.

Procura-se um neto. Um neto que saiba um pouco mais que jogar videogame. Um neto que ainda se interesse por dama, xadrez, dominó, baralho ou qualquer jogo que possa jogar com seu avô sem fazê-lo se sentir ridículo.

Procura-se um neto que ainda queira visitar os avós, mesmo sabendo que lá não tem internet. Porém reconhece que ali tem história, a sua própria história.

Procura-se um neto. Um neto que encontre, na sua agenda cheia de compromissos, um espaço para aqueles que deixaram compromissos para tomar conta dele quando pequeno.

Procura-se um neto. Um neto que não tenha vergonha de beijar e abraçar seus avós, mesmo sabendo que eles não usam os melhores perfumes ou não fiquem tão bem na selfie.

Procura-se um neto. Um neto que não ache ridículo as fotos dos parentes na parede da casa dos avós, mas que reconheça ali, os seus antepassados, as suas raízes e os honre acima de tudo.

Procura-se um neto. Um neto que ainda tenha a decência de respeitar e obedecer àqueles que vieram antes dele. Que compreendam o verdadeiro sentido das palavras herança e hierarquia. Que façam por merecer o nome de herdeiros.

Procura-se um neto que ainda tenha a coragem de pedir benção aos seus avós e que receba esta benção com amor e respeito.

Procura-se um neto. A recompensa é grande. Beijos, abraços, sorrisos e orações esperam ansiosos por este neto. Aquele casal de velhinhos sentados na varanda oferecem gratuitamente o amor mais puro e verdadeiro, quando este neto chegar.

Netos estão em extinção. Estão muito ocupados consigo mesmos. Coitados! Coitados dos avós? Não. Coitados desses netos. Eles são os avós de amanhã. Procura-se netos, filhos, pessoas...

Comentários
×