Procura por vacina ainda é baixa

Da Redação

Quase duas semanas após o início da 21ª Campanha contra a Influenza, a procura pela vacinação em Divinópolis tem sido baixa. A Secretaria Municipal de Saúde só fará um fará um balanço na próxima semana, porém, funcionários de algumas unidades de saúde relataram ao Agora que é baixa a procura pela vacina, quando comparado ao movimento no ano passado. A expectativa segundo eles, é que nesta semana, a realidade mude, tendo em vista o início da imunização para os idosos. Estes, conforme afirmam, costumam comparecer em maior número.

Iniciada a segunda fase da Campanha de Vacinação, os idosos têm se mostrado os mais preocupados e atentos com a situação e mostraram isso contem, quando formaram longas filas nas unidades de saúde. A central, foi um exemplo.

Segundo confirmou a Prefeitura, os dados oficiais de quantas pessoas se vacinaram devem ser divulgados no fim do mês.

Postos

Para evitar a superlotação das unidades de saúde, o público alvo da vacina foi dividido em grupos, de acordo com a prioridade de cada um. A intenção é, ao fim da campanha, em 31 de maio, cerca de 60 mil pessoas tenham se imunizado.

Os atendimentos são realizados nas seguintes Centrais de Saúde: Afonso Pena, Bom Pastor, Central, Centro Social Urbano (CSU), Danio Passos, Ipiranga, Itaí, Nações, Niterói, Nossa Senhora das Graças, São José e Estratégia Saúde da Família (ESF) Ermida.  

É importante, conforme relata a Semusa, levar o cartão de vacina para manter os registros atualizados.

Cronograma

Segundo o secretário da pasta, Amarildo de Sousa, a divisão foi feita de acordo com uma ordem técnica, a fim de não haver a “necessidade de correria em busca da vacina”. A campanha teve início no último dia 10 e seguiu, até o dia 18, aberta para a vacinação de gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e crianças de seis meses até cinco anos de idade.

Nesta semana, do dia 22 ao 26, os trabalhadores da saúde podem se imunizar. A partir do dia 29 de abril até o dia 3 maio, o período é reservado para a aplicação da dose em pessoas com 60 anos ou mais.

No próximo dia 4, acontece o “Dia D”, uma data de mobilização social em todo o país. Mesmo sendo sábado, as unidades estarão abertas para a vacinação de todos os grupos prioritários estabelecidos.

Entre os dias 6 e 10 de maio, devem procurar as unidades portadores de doenças crônicas, síndrome de down e outras trissomias. Já o período de 13 a 17 de maio é destinado à vacinação dos professores. A partir do dia 20 até o dia 31 deste mês, todos os grupos prioritários podem buscar a imunização contra a vacina.

Comentários
×