Problematização

 

Um pronunciamento do vereador Ademir Silva (PSD), durante reunião da Câmara, causou grande alvoroço nas redes sociais e considero que houve um excesso de drama e problematização por parte das pessoas. Entendi perfeitamente a fala do parlamentar e não vi nenhum incentivo à matança e animais. Da maneira que as pessoas se manifestaram parecia que estava para acontecer uma carnificina.

Ademir falou claramente de sua preocupação com animais de grande porte que ficam soltos pelas ruas e são, sim, um problema de trânsito e até de saúde pública. Divinópolis já teve casos de febre maculosa e sabemos que alguns destes animais podem ser hospedeiros do vírus da doença. O vereador defende o recolhimento e a doação destes animais quando os donos não procurarem e, em caso de animais que ofereçam risco para a saúde, aí sim o sacrifício. Procedimento natural e que acontece em todo lugar.

No caso do vereador, parece que alguém maldosamente quis dar um destaque além do devido para a fala. Quem conhece o parlamentar sabe que é um homem cristão, de princípios e valores familiares que jamais incentivaria a matança de animais. O problema é que as redes hoje tendem a problematizar demais questões simples, apenas para causar repercussão.

Retaliação

A decisão do Bradesco de encerrar o atendimento por caixas eletrônicos nos fins de semana soa como retaliação. Sargento Elton (PEN) apresentou projeto obrigando grades nas agências fora do expediente, com a clara intenção de evitar assaltos e explosões. A medida tem por objetivo dar mais segurança para a população e termina por até mesmo proteger o patrimônio das agência.

Acontece que os bancos, mesmo sendo as empresas que mais faturam no país, acharam mais fácil encerrar um serviço que era ofertado para a população do que acatar uma medida que era positiva para todos. Como o Banco Central só define horário de funcionamento normal nas agências, facultando aos estabelecimentos definir as outras formas de atendimento, eles se aproveitaram da brecha.

O que penso é que as pessoas deveriam tirar suas contas do Bradesco e procurar um estabelecimento que não puna a população por um mero capricho e investimento que, na vida financeira das agências, não fará a menor diferença.

Baixa na administração 

Já é dada como certa a saída de Ricardo Moreira da equipe do prefeito Galileu Machado (MDB). Embora a exoneração ainda não tenha sido oficializada, o secretário está com problemas de saúde e deverá se afastar para tratamento.

Ricardo Moreira é considerado uma das peças-chaves da administração do prefeito Galileu, já que articula ações e atua também como ponte entre o Executivo e as lideranças de diversos setores.

A saída dele pode gerar grande impacto no atual Governo, já que Galileu perdeu, logo no início do mandato, a contribuição de outro grande parceiro, Fausto Barros, que antes ocupava a função, mas foi afastado pela justiça.

 Diviprev 

Em breve, o Diviprev deverá passar por mudanças. A comissão que fez estudo sobre a saúde financeira do instituto de previdência dos servidores encontrou graves problemas e o relatório final, que será entregue formalmente ao prefeito, irá propor algumas mudanças. A equipe preferiu não comentar antes de o Executivo ter ciência, mas já afirmou que estão tomando cuidado para não ocorrer perda de direitos. Ainda assim, servidores que ingressarem na Prefeitura por meio do próximo concurso poderão ter tratamento diferente.

Comentários
×