Problema com ‘bota-fora’ começa a ser resolvido entre os bairros São Lucas e São Geraldo

 

Ricardo Welbert 

Após o Agora mostrar o lixão a céu aberto em que havia sido transformada parte da rua Marechal Floriano, entre os bairros São Lucas e São Geraldo, o problema começou a ser resolvido.

A reportagem publicada no dia 3 de março citou um vídeo feito pelo professor Amilton Augusto e que mostrava o descarte irregular que ocorria em vários pontos da via. 

Segundo ele, a Prefeitura autorizou os moradores da região a jogar lixo e entulho para cobrir um buraco e assim permitir a abertura da rua Ipê Roxo, situada mais à frente. O governo nega esse aval.

Caminhões descarregavam vários tipos de lixo — eletrônicos, vidros, metais, medicamentos e até cápsulas de munição de revólver eram vistos no local. Vizinhos temem a contaminação do solo, já que as casas são bem próximas.

Procurada, a Prefeitura informou que fiscais da Secretaria de Meio Ambiente fiscalizariam o local em alguns dias para checar se o bota-fora segue critérios determinados por leis municipais. Porém, ainda segundo o morador, não houve ação prática do governo para limpar o local.

 Atualização

 Amilton conta que encontrou o dono do terreno e cobrou o fim do problema.

— Ele providenciou a limpeza e prometeu cercar. Os caminhões de empresas pararam de jogar entulho aqui. Porém, alguns cidadãos de bem ainda continuam jogando lixo, mas em volume bem menor. Hoje o terreno está quase 100% limpo — diz.

A instalação de uma cerca também está nos planos. Porém, Amilton e outros usuários da via lamentam pelo fato de ainda haver quem jogue lixo no local.

— Só está limpo porque eu fiz contato com o dono e ele, com intenção de fazer alguns milhões, mandou limpar imediatamente. Depois esteve no local por umas três vezes e me explicou a intenção de abrir 121 lotes. Me pediu paciência e prometeu colaborar — acrescenta o professor.

 

Comentários
×