Primeira visita social por videoconferência será realizada no Presídio Floramar em Divinópolis

Da Redação

Imprescindível para o processo de ressocialização da pessoa presa, o incentivo à manutenção dos vínculos e laços familiares é um dos pilares das políticas públicas voltadas para o interno que cumpre pena no sistema prisional mineiro, administrado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Nesta sexta-feira, 5, às 15h, um passo importante favorecido pelo uso da tecnologia beneficiará presos que cumprem pena no Presídio Floramar, em Divinópolis.

Os internos de outras comarcas poderão conversar com os seus familiares por meio de videoconferência. O projeto é uma parceria da unidade prisional com o Conselho da Comunidade na Execução Penal da Comarca de Divinópolis e a Vara de Execuções Penais.

Por meio do fundo das penas pecuniárias, um notebook e demais equipamentos necessários foram adquiridos para a efetivação da ação, que beneficiará todos os internos que cumprem pena no Floramar e que, por não serem da comarca, acabam não recebendo visitas dos familiares devido à distância dos seus lares.

A expectativa é que, ao longo do ano, todos os internos e internas que não recebem visitas possam ser beneficiados com a aproximação da família por meio das chamadas de vídeos.

A direção da unidade esclarece que o preso não poderá cometer faltas para usufruir do benefício. Caberá aos profissionais do Setor de Serviço Social da unidade prisional o agendamento com os familiares dos reclusos quanto ao dia e horário para a realização da visita assistida.

Comentários
×