Previsão é de chuva em Divinópolis nesta semana

 

Ana Laura Corrêa

E Gisele Souto

O temporal que caiu em Divinópolis no último sábado, 24, deixou ruas inundadas, residências alagadas, derrubou árvores e faltou energia elétrica em muitas casas. A tempestade passou, mas ainda há muita gente amedrontada e traumatizada.

De acordo com a Defesa Civil, ainda há previsão de chuvas fortes para a cidade nesta semana.

— Hoje, deve cair uma chuva de média intensidade e, para sexta-feira, estamos aguardando um volume maior de água — informou o coordenador de Defesa Civil de Divinópolis, Pádua Fernandes.

Segundo ele, até a última quinta-feira, 22, a previsão para o índice pluviométrico na cidade era de 52 mm. Ontem, o número já chegava a 104 mm de chuva, o dobro da última semana.

Ocorrências

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, os principais atendimentos registrados no último fim de semana foram relacionados à queda de árvores.

— Conseguimos contabilizar uma faixa de 15 a 18 árvores caídas, de grande e pequeno porte. Dessas, duas foram em cima de veículos. Uma na avenida Autorama, em frente à Chevel, e outra na rua Minas Gerais, esquina com Paraná, ao lado do cemitério — informou o coordenador.

Segundo ele, várias inundações também foram registradas pela cidade, principalmente no bairro Bom Pastor. Lá também foi registrada outra ocorrência relevante devido à chuva.

— A cobertura do Judô Clube, na rua Rio Grande do Sul, se soltou e caiu em cima de uma residência onde estava uma senhora de 83 anos. Ela teve um corte na cabeça, mas sem gravidade, foi atendida pelos Bombeiros, levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e já está fora de perigo — relatou.

Limpeza

De acordo com a Prefeitura, equipes da Secretaria Municipal de Operações Urbanas (Semop) e também da Secretaria de Trânsito e Transportes (Settrans) retiraram 40 árvores das ruas, desobstruindo as vias, na noite de sábado, 24, e no domingo, 25. Além disso, ainda segundo a Prefeitura, 140 galhos foram recolhidos pelas equipes, que também atuam na limpeza dos lixos que se acumularam nas entradas de bueiros.

Bombeiros

O Corpo de Bombeiros de Divinópolis informou que realizou no último fim de semana, 24 atendimentos relacionados às chuvas. A principal ocorrência atendida pelos militares também foi relacionada a queda de árvores, sendo feito, segundo a corporação, um total de 18 atendimentos.

Mais grave

O temporal que atingiu Divinópolis foi no sábado, mas existem muitas pessoas com medo. É o caso da uma idosa de 83 anos que mora na rua Rio Grande Sul, bairro Pastor, um dos locais mais atingidos na cidade.  Segundo relatos de vizinhos, foram cerca de 20 minutos de chuva, mas o suficiente para causar muitos estragos e ferimentos, mesmo que leve, em algumas pessoas. Aos 83 anos, a idosa estava em casa com uma das filhas quando começou a chover e ventar muito forte. Uns 10 minutos depois, a estrutura metálica da academia veio a baixo, o vento a levou para o outro lado da rua, atingindo em cheio a casa dela. Foram danificados um quarto e a cozinha ficou praticamente descoberta. Pedaços de materiais atingiram a senhora que teve um corte profundo na cabeça e a perna machucada. Até ontem pela manhã, o material ainda não havia sido retirado, ela está na casa de uma das filhas que mora próximo ao local. Ainda na região, árvores foram arrancadas, algumas delas na rua Itamarandiba. Nas avenidas, 7 de setembro e JK, houve diversos pontos de alagamentos, algumas pessoas ficaram ilhadas em comércios e residências.

Orientações

De acordo com os Bombeiros, em caso de chuva forte ou trovões, é recomendável ficar dentro de casa ou procurar um lugar para abrigo, desde que este não seja uma área de risco.

— Desligar aparelhos elétricos das tomadas, ficar longe de janelas, não ficar próximo de árvores ou postes, porque eles atraem raios, não ficar em pé em campo aberto, evitar campos de futebol, praias e outros locais abertos, não retirar roupas de varais de arame durante as chuvas fortes, manter distância de alambrados, cercas, linhas telefônicas e elétricas, assim como estruturas metálicas em geral, não ficar dentro da água e usar o telefone somente em casos de emergência são algumas orientações para a população neste período chuvoso — informaram os Bombeiros.

Em alerta

De acordo com Pádua Fernandes, a Defesa Civil e as forças de segurança de Divinópolis estão unidas e preparadas para qualquer evento.

— Qualquer anormalidade, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil, por meio do telefone 199, ou com o Corpo de Bombeiros, pelo 193, ou com a Polícia Militar (PM), pelo 190 — orientou.

 

 

 

 

Comentários
×