Previsão de chuva pode atrapalhar buscas em Brumadinho

Anna Lúcia Silva

A chuva que começou a cair por volta de 15h10 deste sábado (26) em Brumadinho pode atrapalhar as buscas do Corpo de Bombeiros. A previsão para a cidade é de temporal, segundo os militares que estão monitorando a situação climática.

Com as chuvas as buscas que estão sendo feitas pelo ar e pela terra podem ser suspensas. O volume previsto conforme o Clima Tempo, ultrapassa os 20 milímetros, podendo chegar a 40. Ainda há previsão de rajadas de ventos com cerca de 50 km/h e raios.

Caso se confirmem as previsões, os trabalhos dos bombeiros serão prejudicados, já que com a água a lama fica ainda mais espessa inviabilizando o deslocamento dos militares e prejudicando a visibilidade que quem sobrevoa a lama.

“Dentro dessa condição climática não temos como fazer buscas. A gente não tem segurança para trabalhar na chuva. Parando a chuva a gente retoma. Enquanto tiver esperança de vida vamos continuar”, disse o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Edgar Estevão.

Entenda o caso

Por volta de 12h desta sexta-feira (25) a Mina do Feijão, localizada na comunidade Córrego do Feijão se rompeu e lançou mais de 13 milhões de metros cúbicos de rejeito de minério de ferro na cidade. A catástrofe é considerada maior do que a ocorrida em Mariana, há três anos, já que são contabilizados até o momento aproximadamente 350 desaparecidos e nove mortos.

Comentários
×