Presos maníaco da motocicleta e outro suspeito assassinar idoso

Matheus Augusto

Divinópolis tem vivido um mês movimentado no que diz respeito à criminalidade. A Polícia Civil (PC) prendeu ontem um suspeito de abusar sexualmente de mulheres na cidade e região. Conhecido como “maníaco da motocicleta”, o homem circulava em uma moto pelas ruas em busca de mulheres que andavam sozinhas. Ele as abordava e tocava suas partes íntimas. Diversas vítimas reconhecerem o suspeito, além de seu rosto, por sua camisa e mochila. A PC também explicou que pode haver mais vítimas que ainda não tiveram coragem de fazer a denúncia. Com 27 anos, ele é estudante de direito.

O delegado regional da Polícia Civil, Leonardo Pio, afirmou que o suspeito foi preso em flagrante.

— A Polícia Civil, apurando diversas ocorrências de abuso sexual na cidade e região, conseguiu realizar a identificação e prendeu em flagrante do suspeito da prática ofensiva ao pudor, ou seja, abuso sexual, e um roubo na cidade de Carmo do Cajuru. A partir da prisão dele em flagrante na última madrugada [segunda], diversas vítimas compareceram à delegacia e o reconheceram em razão dos últimos abusos ocorridos em Divinópolis – explicou o delegado.

Ainda ontem, o suspeito foi levado para o presídio Floramar.

Idoso

Um dos crimes que chocou a cidade neste mês foi o assassinato cruel de um idoso no último dia 15. Os dois suspeitos de terem matado Luiz Antônio Emery, de 65 anos, já foram identificados. Um, de 18 anos, está detido no Centro Socioeducativo, onde cumpre medidas por atos cometidos quando ainda era menor. O outro, de 19 anos, foi detido ontem e encaminhado para o Floramar, onde vai ficar à disposição da Justiça no prazo da prisão temporária, de 30 dias.

— A Polícia Civil realizou a prisão de um dos suspeitos envolvido no latrocínio do senhor Luiz Antônio. Ele se encontrava foragido desde o último fim de semana, após ser apurada sua participação efetiva no assassinato de Luiz Antônio. Então hoje [ontem], através da nossa equipe de policiais civis, ele foi localizado e preso — explicou.

Ainda segundo o delegado, ambos os suspeitos alegaram ter agido por vingança e que queriam roubar Luiz Antônio. Apenas um dos investigados possuiu ficha criminal, por roubo.

Poucos delegados

Um dos temas que ganhou repercussão neste mês foi o deficitário quadro de delegados da cidade. A Câmara Municipal chegou inclusive a enviar ao chefe da Polícia Civil em Minas Gerais, Wagner Pinto de Souza, um ofício solicitando mais profissionais para a 1ª Delegacia da PC, em Divinópolis. O documento explica que a cidade tem direito a 16 delegados, no entanto, tem apenas quatro.

Apesar dessa realidade, Leonardo Pio ressaltou que os profissionais da Regional são dedicados e estão se esforçando para resolver os crimes cometidos na região.

— O que eu posso garantir à população é que todos os fatos são analisados, estabelecendo os critérios de prioridades. Em especial, o foco tem sido o combate à criminalidade violenta, como homicídios, roubos, abusos sexuais, bem como o tráfico de drogas, que acaba fomentando diversos outros crimes — ressaltou.

Comentários
×