Presidente do Sindicato dos Caminhoneiros garante que não haverá greve

Gisele Souto

Depois do corre-corre de domingo, 2, nos postos de combustíveis em Minas Gerais, o mesmo ocorrendo em Divinópolis, a segunda-feira, 3, amanheceu mais tranquila. Baseados em fake news, centenas de motoristas correram para os postos causando filas e, principalmente, aumentos abusivos. Com a gasolina, por exemplo, o acréscimo ficou entre R$ 0,20 e R$ 0,25.

Porém, o tumulto foi desnecessário, tendo em vista que o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros de Minas Gerais, José Natan, garantiu ainda no domingo que não há previsão de greve da categoria nesta segunda-feira. Ele explicou que os motoristas já começaram a receber a nova tabela de frete e seguem mobilizados.

Motivo

A mobilização da categoria é devido ao reajuste de 13% no preço médio do diesel praticado pela estatal nas refinarias, anunciado na semana passada, o que desagradou o sindicato e os profissinais. No entanto, apesar de boatos que circulam no Whatsapp, uma nova paralisação não está confirmada ainda.

Comentários
×