Presidente da fofoca e do fuxico

Bob Clementino 

Na reunião ordinária da Câmara de Divinópolis de quarta-feira, 3, o vereador Matheus Costa (CDN) foi contundente ao criticar o fato de que o Governo Galileu Machado (MDB) não responde aos pedidos de informações dos edis. Colocou parte da culpa na ineficiência da atuação de Kaboja (PSD), como presidente da Casa e disse: “Kaboja fica lá dentro (sala da Presidência), fazendo outras coisas, conversando fiado, fazendo fofoca e fuxico".  Na minha opinião, uma denúncia relevante e que merece correção, pelas vias adequadas.

Cadê as respostas, edis?

Até hoje não sei quais vereadores estão na gaiola do prefeito como declarou no plenário da Câmara Municipal de Divinópolis o vereador Edsom Sousa (CDN) nem que chá é aquele que o vereador Dr. Delano (MDB) disse que, tomado junto com o prefeito, muda os votos de alguns edis nas votações de interesses da Prefeitura. Também não sei quais vereadores que nas palavras do ex-vereador Cleitinho vão à Prefeitura pedir cargos em vez de obras para os bairros. E outra pergunta que me apoquenta: quais vereadores indicaram apaniguados para cargos comissionados na Prefeitura e que por isso   precisam ter vergonha na cara e não cuspir na cara do prefeito? (declaração do vereador Adair Otaviano (MDB)).

Temos que cobrar é do Cleitinho 


Não tem essa de que "não se pode cobrar do deputado Cleitinho (CDN) a conclusão do hospital público, a duplicação da MG-050"  e outras demandas que tocam às obrigações do governo estadual. Cleitinho, ao se eleger deputado estadual e se tornar majoritário em Divinópolis, herdou a pauta extensa de obras que precisam ser feitas no município. Portanto, é dele que vamos cobrar, sim!

Capitão José Clementino Pereira

Capitão José Clementino Pereira, nos idos de 1910, era um líder político em Ermida (Santo Antônio do Campos), e o grande sonho dos moradores, era que a estrada de ferro passasse pelo lugarejo. Porém o trajeto já havia sido traçado e não incluía Ermida. Mas uma grande oportunidade surgiu quando com a morte do presidente João Pinheiro depois a de Afonso Pena, abriu-se a disputa pela Presidência de República, entre o marechal Hermes da Fonseca e Rui Barbosa. Esta disputa se deu em 1910 e foi chamada na época de "Militarista x Civilistas".

Deputado e o capitão articulam 

O deputado Antônio Afonso Lamounier, de Itapecerica, era eleitor de Hermes da Fonseca e como tinha uma grande influência eleitoral no Centro-Oeste mineiro e era amigo de José Clementino Pereira, em uma reunião com os eleitores de Ermida na casa de Clementino, decidiu-se que seria importante o apoio ao marechal Hermes. A justificativa do deputado era de que com a eleição de Hermes da Fonseca, ele conseguiria alterar o trajeto da ferrovia, beneficiando Ermida. 

** Extraído do livro que o ex-vereador Antônio Paduano  escreve sobre seu pai.

Votação e promessa cumpridas

Com as articulações políticas do capitão José Clementino e do deputado Afonso Lamounier,  o candidato Hemes da Fonseca obteve 160 votos e Rui Barbosa três votos em Ermida.  Assim em fevereiro de 1911 a promessa da campanha foi de fato cumprida e  chegaram a Santo Antônio dos Campos (Ermida) diversas turmas com centenas de operários e máquinas para terraplanagem da construção da linha férrea. Este apoio do deputado Afonso Lamonier e capitão José Clementino  a Hermes da Fonseca, que foi eleito presidente do Brasil, alterou a rota da ferrovia que estava programada para  seguir de Henrique Galvão (Divinópolis) a Serra Negra, Bentos Rosas e Santo Antônio do Monte  e foi construída passando por Santo Antônio do Campos, Djalma Dutra, Serra das Perobas, Amadeu Lacerda e Santo Antônio do Monte 

Estádios x hospitais

A roda da história girou e agora que o Brasil enfrenta a pandemia da covid-19 e a falta de hospitais é bom lembrar duas frases infelizes de Ronaldo Fenômeno e do ex-presidente Lula (PT). Ao rebater as críticas da população contra os gastos com a Copa do Mundo em vez de construir hospitais, Ronaldinho disse “Não se faz Copa do Mundo com hospitais”. Lula foi na mesma linha do ex-jogador e falou que ser contra a Copa do Mundo por causa de hospitais “seria um retrocesso danado”. Nada melhor do que um dia depois do outro, para a verdade aparecer. 



Comentários
×