Presidenciáveis

Aos poucos, a campanha começa e no momento já rola uma pré-campanha. Tive a oportunidade de conversar com o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, e ele falou de suas propostas para a região Centro-Oeste de Minas Gerais. Garante que, se for eleito, irá fazer um trabalho no sentido de transformar o Hospital Público Regional, que ainda não está pronto, em um Hospital Escola. A ideia será fazer com que ele seja administrado pela UFSJ, que, segundo Alckmin, tem orçamento para isso. Ele também pretende transformar o Aeroporto Brigadeiro Cabral em um aeroporto especializado em pequenas cargas o que pode contribuir para o desenvolvimento da região. Outra obra seria a duplicação da BR-494 de Divinópolis até Oliveira, fazendo com que a cidade tenha pista dupla até São Paulo, o que também tornaria o município mais atraente para investidores.

Reforma 

O texto original da Reforma Administrativa deverá ser alterado. Após entrada na Câmara, o projeto causou mal-estar entre cidadãos e vereadores e, por isso, deverá ser refeito. A ideia, ao que tudo indica, será zerar o impacto na folha de pagamento, que estava aumentando. Ainda assim, a matéria deverá ter alguma dificuldade em ser aprovada. O entendimento geral é que o momento é de economia, devendo a Prefeitura cortar na própria carne para reduzir gastos. A ineficiência de alguns serviços vem sendo questionada pela população, que não concorda em pagar por uma folha de servidores inchada sem que o benefício seja dado. 

MX72 

O empresário Mauro Célio Júnio, o Chumbreka, durante toda esta semana, está com sua equipe em Belo Horizonte, onde participa da Fenin Verão São Paulo edição Primavera/2018 – Verão 2019 mostrando a sua produção para todo o país. O empresário contou que a experiência é extremamente positiva e trabalha no sentido de incentivar outras empresas do setor a participar nos próximos anos. Neste ano, ele é o único confeccionista da cidade que participa do evento, que é tido como uma excelente oportunidade de negócios.

Meio ambiente 

A proposta do vereador Kaboja (PSD) que tramita na Câmara de Divinópolis já se tornou lei no Rio de Janeiro. A proibição dos canudinhos foi sancionada na última semana pelo prefeito Marcelo Crivella (PRB). O parlamentar segue a tendência mundial que é a de banir este artigo dos bares e lanchonetes devido ao dano ambiental que causa. Se aprovado na cidade, o projeto colocará Divinópolis à frente de outras cidades, já que será a segunda do Brasil a seguir esta orientação da Organização das Nações Unidas, que coordena campanha neste sentido.

Um canudo de plástico leva cerca de 450 anos para se decompor e uma boa parte desse material acaba indo para os mares e, além da poluição, causa a morte de várias espécies. Entre as opções que surgiram até agora, estão a que usa papel, vidro, aço e bambu no lugar da matéria-prima obtida do petróleo. 

Inadmissível 

Não adianta culpar empresa terceirizada. Aliás, não adianta culpar ninguém, a não ser a organização da Joynina. O empresário reconhece que errou, mas fica a lição de que este tipo de coisa não pode acontecer. Simplesmente não teve bebida na festa que era pra ser open bar. Foi vendido um produto que não foi entregue e a repercussão foi muito negativa.

Dica

A ArcelorMittal Brasil, maior siderúrgica do mundo, está com inscrições abertas para contratar estagiários em 23 cidades brasileiras, entre elas Divinópolis. O programa selecionará estudantes de cursos técnicos e superiores. Interessados devem acessar o site da empresa.

Comentários
×