Premiação

A cientista Fernanda Maria Policarpo Tonelli é uma das sete vencedoras da 12ª edição do prêmio “For Woman in Science”. O programa “Para Mulheres na Ciência”, uma parceria L’Oréal, Unesco e ABC, já reconheceu mais de 70 cientistas brasileiras desde 2006. Fernanda se graduou em bioquímica pelo Campus Centro- Oeste da UFSJ em Divinópolis e é pós-doutoranda na UFMG. 

De Divinópolis

O trabalho da divinopolitana vai revolucionar a biotecnologia brasileira, pois o objetivo é utilizar tilápias-do-Nilo como biofábricas para a produção de substâncias como o hormônio do crescimento humano – uma inovação que pode economizar milhões de reais por ano ao sistema público de saúde.

Observatório

Hoje haverá a última reunião para finalizar detalhes da criação do Observatório Social de Divinópolis. A entidade será fundada no próximo dia 20. Organizados em rede e presente em mais de 100 cidades, em 19 estados brasileiros, cerca de três mil voluntários trabalham pela causa da justiça social.

Economia

Estima-se que nos últimos quatro anos (2013-2016) houve uma economia de mais de R$ 1,5 bilhão para os cofres municipais. A cada ano mais de R$ 300 milhões do dinheiro público deixam de ser gastos desnecessariamente. Mais importante do que os números é a nova cultura que está se formando: da participação do cidadão de olho no dinheiro público.

Três vezes “sim”

Os dois governos equivocados de Lula e Dilma, quem sabia fazer um discurso, ou simplesmente lê-lo, são os três motivos principais para que o “sim” fosse o grande vitorioso na noite de quarta-feira. Quem derrotou o PT, foi o próprio partido que entrou para a política para impor a vontade do trabalhador, o que era absolutamente correto. Depois, pouco tempo é bom frisar, os desacertos começaram e os grandes heróis se transformam em bandidos. Hoje, estão presos ou processados.

Três vezes “não”

O bom princípio do governo de Temer deu forças suficientes pelo menos para se ter esperanças de um futuro melhor, já que houve um começo visível de melhoras. É bem verdade que não foram tão grandes, mas simplesmente ver a inflação baixando de mais de 10% para menos de quatro foi muito bom. A reforma trabalhista foi uma vitória histórica. Chegará o dia em que o patrão pagará apenas o justo, e não o que as Centrais Sindicais e os governos demagogos querem. “Apenas” isso já seria suficiente para não querer a saída do atual presidente, pois uma porta estaria sendo aberta, sem qualquer expectativa. Estaríamos todos entrando em um buraco negro. Por isso, mesmo que tenha cometido atos considerados ilegais, melhor que continue por lá. Já sofremos muito com a ladroagem e incompetência petista.

Ganhou o melhor

Os amantes do futebol costumam dizer que o esporte não tem lógica. Por isso ele é tão querido em todo o mundo. Ledo engano. Tanto tem lógica, que geralmente ganham os melhores. Basta dar uma olhada na Espanha, onde apenas Real e Barcelona são campeões, como na Inglaterra, Alemanha, Itália etc., apenas os melhores chegam às finais. Mudam sim os ganhadores, mas na maioria das vezes os melhores levantam o troféu. Em Minas, o Galo tem 44 campeonatos estaduais, o Cruzeiro 36 e o América 15. São os três melhores de Minas, nada anormal, portanto.

Já...

...a sofrida derrota do Galo para o Corinthians, sem contestação, foi a vitória do melhor do campeonato, contra um time que este ano ainda não encontrou o seu caminho. Todos perderão para o clube paulista, pois ele não parece disposto a ceder espaço para ninguém. Simples assim, mas a gozação dos cruzeirenses tem sentido, afinal são rivais.

Comentários
×