Prefeitura realiza sepultamento de restos mortais do Cemitério da Paz

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis realizou, na manhã desta segunda-feira, 17, a transferência dos restos mortais de jazigos de 18 famílias recuperadas do desmoronamento do Cemitério da Paz do Centro. Familiares, advogados e representantes da Associação das Famílias acompanharam de perto o cortejo e o ressepultamento.

 

Os restos mortais foram colocados em caixas plásticas no Cemitério da Colina no bairro Jusa Fonseca. Após o acondicionamento, os restos mortais foram transportados para o Parque da Serra. A Secretaria de Operações e Serviços Urbanos (Semsur) realizou o transporte.

No Parque da Serra foi realizado um novo sepultamento com a presença das famílias e seus representantes. As despesas serão custeadas pelos empreendedores responsáveis pela obra que atingiu os jazigos. Durante dois anos os restos mortais ficarão no Parque da Serra até as obras no Cemitério da Paz terminem.

A previsão é de dois anos para os restos mortais voltarem para os jazigos reconstruídos.

— Conseguimos de forma provisória que os restos mortais ficassem no Parque da Serra. Os custos são de responsabilidade da empresa. Estamos acompanhando de perto e cobrando agilidade neste processo. Esperamos o mais rápido possível fazer o retorno dos restos mortais — destacou a vice-prefeita, Janete Aparecida.

Entendo o caso

Em 31 de janeiro de 2020, um desmoronamento em uma obra na avenida Paraná, esquina com rua Goiás, causou danos em vários jazigos no Cemitério da Paz. O Decreto nº 14.187, publicado em fevereiro deste ano, possibilitou as intervenções necessárias no local, como o resgate dos restos mortais atingidos e a contenção provisória, a fim de evitar novos transtornos.  Ainda em fevereiro, ocorreram negociações com todas as partes envolvidas, que decidiram o traslado dos restos mortais do Parque da Colina para o Parque da Serra.

Comentários
×