Prefeitura promete poliesportivo do Planalto para os próximos dias

Da Redação

O Complexo Esportivo do bairro Planalto deve ser entregue nos próximos dias, é o que prometeu a Prefeitura. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o secretário de Esportes e Juventude (Semej), Leonardo Franqueira, anunciou que o local está recebendo os últimos retoques para estar disponível ao uso da população. De acordo com o Executivo, o poliesportivo possui 1,7 mil metros quadrados de área construída, dividida entre quadra, salão, estacionamento e vestiário. 

— Estamos finalizando a obra para entrega-la à população. Dentro de alguns dias, a construção estará pronta, e nós vamos entregar o poliesportivo com muita diversão, muito esporte e entretenimento para todos — afirma.

Caso a promessa de entrega seja cumprida nos próximos dias, o Complexo Esportivo será inaugurado com três anos e meio de atraso. A ordem de serviço da obra, assinada pelo ex-prefeito de Divinópolis, Vladimir Azevedo (PSDB), em agosto de 2015, determinava que a construção deveria ser entregue em um ano, ou seja, em agosto de 2016.  O custo da intervenção, por sua vez, seria de R$ 1 milhão, verba destinada pelo deputado federal Domingos Sávio (PSDB), por meio de emenda parlamentar. Conforme informou o Município, já foram investidos cerca de R$ 950 mil no Complexo.

O poliesportivo, que beneficiará os bairros Santa Luzia, Campina Verde, Casa Nova, L.P. Pereira, Planalto, Ipiranga e Tietê, começou a ser construído em agosto de 2015, porém a obra foi marcada por vários atrasos. Em 2017, a Prefeitura quase perdeu o recurso. Na época, a empreiteira vencedora da licitação para realizar a intervenção alegou que os valores disponibilizados não condiziam com a situação do mercado e que a empresa sofreria prejuízos para concluir o projeto.

Aperto e atrasos

Diante da situação, o Município teve apenas 30 dias para formalizar a desistência da empresa que executava a obra e contratar a segunda ou terceira colocadas na licitação para finalizar a construção, caso elas ainda tivessem interesse em concluir o Complexo Esportivo. Em junho do ano passado, durante uma prestação de contas na Câmara, o ex-secretário de esportes, Ewerton Dutra, informou que um dos motivos do atraso da inauguração do Complexo Esportivo foi o andamento do projeto de incêndio do local, que ainda não estava pronto, além dos tramites com o convênio entre a Caixa e demais prestadoras de serviços.

Comentários
×