Vice-prefeita nega ter privilegiado irmão em vacinação

Conforme circula pelas redes sociais, mensagens acusam a vice-prefeita, Janete Aparecida (PSC) de obrigar a equipe de imunização a vacinar seu irmão com a vacina Pfizer, em local e data diferente do agendado. Em nota divulgada agora há pouco, a Prefeitura negou.

Confira a nota na íntegra: 

A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Diretoria de Comunicação, vem a público esclarecer sobre a acusação de que a Vice-Prefeita e Secretária de Governo, Janete Aparecida, teria privilegiado seu irmão, ao tomar vacina de sua preferência, o que não é verídico.

Todas as pessoas de grupos prioritários que perderam a data de vacinação e que apresentaram motivo para a ausência, são designados pela Central de Atendimento da Vacinação ou pelos coordenadores da triagem da vacinação, para o drive thru que tenha o menor quantitativo de agendamento, para receberem a vacinação que é de direito.

O irmão da Janete, realizou o cadastro por ser motorista de caminhão, mas pelo fato de fazer viagens por todo o Brasil não pode se vacinar na data que foi selecionada no cadastro. Portanto, ele foi realocado para o drive com o menor público no dia de ontem (08/07), que no caso foi o Drive Thru do Bom Pastor.

A vice-prefeita não compactua com nenhum tipo de privilégio e abomina qualquer tentativa de escolha de vacina ou fraude. Por esse motivo se dirigiu hoje, (09/07), até a Delegacia Regional de Polícia de Divinópolis, onde solicitou que sejam tomadas providências urgentes para averiguar se cometeu um ato ilícito junto ao processo de vacinação contra a COVID-19.

Comentários
×