Prefeitura nega pedido de entidades e comércio funcionará em horário de escala

Paulo Vitor Souza

O comércio não terá horário especial em virtude do dia das Mães. Foi o que decidiu a prefeitura após solicitação de entidades que pediam reabertura total de lojas em razão da data comemorativa.

Agremiações como CDL, Acid, SIduscon, Fiemg e Sincondiv, chegaram a protocolar solicitação formal de análise para abertura total do comércio neste sábado, 9. As entidades argumentaram que a escala de segmentos, proposta pelo Decreto que regulamentou a flexibilização, prejudica aqueles lojistas que não podem abrir em dias de sábado. Além disso, segundo as associações, a abertura na véspera do dia das Mães, seria uma forma de compensação pelos prejuízos causados pela pandemia.

Com a decisão da prefeitura, continua em vigência a escala de funcionamento do comércio. A medida foi tomada para evitar aglomeração e grande circulação de pessoas com a reabertura das atividades comerciais. A flexibilização ainda está condicionada aos índices de contaminação municipal e à taxa de ocupação de leitos em hospitais da cidade. 

Comentários
×